A cultura do dote “moderno”

Leia o livro e veja o filme Orgulho e Preconceito de Jane Austen
Darcy dança com Elizabeth no filme Orgulho e Preconceito inspirado na obra prima da grande Escritora Jane Austen

Certa vez na igreja um rapaz solteiro perguntou para uma moça solteira:
“Maria, você quer namorar comigo?”
E Maria disse:
“Olha João, eu quero, desde que você aceite as minhas condições.”
E o João disse: “Quais são as suas condições para a gente namorar?”
E a Maria: 
“Ah João, eu quero namorar pelo menos seis meses sem beijar na boca, você aceita?”
E o João disse: 
“O quê?!?! Seis meses?!?! Fála sério Maria!!! Óbvio que não aceito!!! Seis meses é MUITO TEMPO!!!”
E então a Maria se entristeceu, mas estava tão desesperada pra ARRUMAR UM HOMEM que disse: 
“Ok João, então quanto tempo você aceita ficar comigo sem me beijar?”
E o João disse: 
“Ah, no máximo uma semana! E me agradeça por isso!”

Então a Maria carente, e pensando que nunca iria ARRUMAR alguém melhor que o João, disse a ele: 
“Então tá bom João, uma semana está bom.”

Quando a Maria chegou em casa, resolveu contar a história para a avó dela, que chocada com a resposta do rapaz para a neta (e da neta ao rapaz) lhe disse:

Minha neta, quando a minha bisavó era jovem havia um costume da época: o homem oferecia um dote para desposar uma moça, que significava se casar com ela (naquela época, pedir em namoro significava um futuro casamento).
Numa certa vez um rapaz disse a minha bisavó que queria namorá-la. Ela tinha dezessete anos na época, e então o pai dela disse ao rapaz: 

“O dote para casar com a minha filha (comparando com a moeda dos dias de hoje) é dez mil Reais.” 
E o pai dela continuou:
“Olhe rapaz, minha filha não namora, minha filha só namora se for para casar.”
Ela estava ao lado do pai quando ele disse isso ao rapaz, mas o rapaz respondeu assim:

“O quê?!?! Dez mil Reais?!?! De jeito NENHUM!!! Eu não PAGO ISSO de jeito nenhum!!!”

Ao ouvir isso do rapaz, minha bisa se entristeceu, e o pai dela disse ao rapaz: 
“Então QUANTO você estaria disposto a dar nesse dote???”
E o jovem disse: 

“No máximo uns duzentos Reais! (E me agradeça por isso!)”

Então o pai dela disse ao rapaz: 
“Pois então você não serve para a MINHA FILHA! Vá embora.”
E o rapaz foi embora. 

Minha bisa, na época uma jovem moça, ao ver isso se entristeceu muito, porque estava carente e pensava que nunca iria ARRUMAR alguém melhor que aquele rapaz, então ela disse ao PAI:
“Porque o senhor o dispensou? Porque o senhor não aceitou a oferta dele? Talvez seja a minha única chance de casar…”

E então o pai lhe respondeu: 
“Querida filha, se eu tivesse aceitado a proposta dele, eu estaria concordando com ele.”
E ela perguntou:
“Concordando sobre o que?”
E o pai:
“Concordando com ele, que disse na minha cara (e na sua) que você NÃO VALE MUITO para ele! Ou que você NÃO VALE QUASE NADA para ele!”

E ela o abraçou, dizendo: 
“Obrigada papai!”
Alguns meses depois ela conheceu um jovem que viria a se tornar seu marido, que aceitou o dote imposto por seu pai sem reclamar. Eles se casaram, e ele foi um homem e marido maravilhoso para ela por todos os anos de casados.
Então, Maria disse a avó: 
“Credo vó, que história mais antiquada!”
E a avó disse:
“Pois é minha neta, hoje quando você aceitou essa proposta BAIXA do João, foi o mesmo que você aceitar um ‘dote’ no valor de 1 Real!”
“Cruzes vó!!!”
E a avó continuou:
“Mas é verdade minha neta! Porém, minha querida neta, você vale muito mais para mim (e para o seu Pai Celestial) do que qualquer valor dessa Terra! Então, como você pôde se desvalorizar tanto e aceitar namorar com um rapaz que NÃO ESTÁ DISPOSTO A PAGAR NENHUM PREÇO DE ESFORÇO POR VOCÊ???”

Então a Maria começou a entender o erro que tinha cometido ao aceitar a contra-proposta do João, e no dia seguinte, pessoalmente, conversou com João, que imediatamente desfez a proposta de namoro.

Um ano depois, Maria ficou amiga de um rapaz que chegou para congregar em sua Igreja, seu nome era José. O tempo passou, e quela amizade frutificou. Um dia José pediu para namorar com Maria, que lhe deu as condições:
“Quero sim, DESDE QUE você aceite ficar comigo por, pelo menos, UM ANO sem me beijar na boca.”
E a resposta do José SURPREENDEU a Maria:
“Mas é claro, POR VOCÊ eu fico sem beijar na boca quanto tempo for preciso, EU ESPERO QUANTO TEMPO FOR NECESSÁRIO! Você é muito importante e especial para mim!
Isso não é nada!
Você VALE muito mais para mim do que isso!”

Então Maria se alegrou muito porque viu que José a amava como PESSOA… antes de amar seu corpo e sua beleza. E ela se lembrou daquela longa conversa com sua avó.

Hoje, namorando sem beijo, sem sexo, Maria sabe que José gosta dela de verdade, não apenas de seu corpo, não apenas do prazer que ela pode lhe proporcionar, mas de sua ESSÊNCIA, de sua PESSOA em primeiro lugar.

É claro que Maria percebe que José sente atração por ela, ela percebe que não é fácil para ele ficar com ela todo esse tempo sem beijá-la… porém, através disso, ela também SABE que José a ama muito, que ele a respeita muito, e está disposto a amá-la como Cristo amou a Sua Igreja, abrindo mão de suas vontades POR ELA.
Hoje, Maria sente muita paz nesse relacionamento, e tem certeza que vai se casar com José, que além de ser um servo de Deus vivendo em santidade, é o seu MELHOR AMIGO.

By Sarah Sheeva 11.07.2014

(Cena em que o pai de Elizabeth concede permissão para que ela se case com Mr.Darcy)

 

Aonde vai acontecer o arrebatamento? (O mundo está chamando por Ele sem saber…)

Essa semana Ele me disse assim:
“A rebelião do mundo soa para Deus como um clamor de filhos rebeldes que destroem e vandalizam a casa, gritando por não terem quem os discipline, sem saberem que o Pai está lá fora observando e ouvindo tudo, e sem saberem que o Pai vai entrar em casa a qualquer momento SEM AVISAR…”


A rebelião do mundo está clamando pela vinda de Cristo. É por isso que em Apocalipse diz que vai piorar muito antes da volta de Cristo, porque o clamor dos rebeldes é: “Se Deus existisse Ele não permitiria isso e aquilo…” e assim, por duvidarem da existência de Deus, muitos vão levando suas próprias vidas em pecado, sem temor, sem preocupação de prestação de contas.
É incrível que a rebelião está tomando conta de quase tudo, até dos entretenimentos. Até os roteiros dos filmes de Hollywood sempre contém falas dizendo que a fé é um delírio da imaginação… todos os filmes e séries de hoje em dia (TODOS) estão bombardeando essa geração com a mensagem hedonista “ANTI-CRÍSTICA”, anti-Deus, anti-fé… para que a fé e a crença na existência de Deus sejam aniquiladas.
O mundo é um cenário que “chama” o anti-cristo diariamente. E o maior sinal disso é a rebelião das pessoas dizendo em seus corações:
“Ninguém manda em mim”,
“Eu faço o que eu quiser”,
“Eu serei o que eu quiser”,
“Não preciso obedecer a ninguém”.
Engano… só engano… a rebelião é o maior traço da personalidade do diabo.

Mas no meio disso tudo ainda existem aqueles que PERMANECERAM fiéis à obediência a Deus, a Sua Palavra, a Sua vontade.
Eu tenho lutado diariamente para ser e permanecer sendo parte desse grupo de pessoas que se chamam IGREJA de Cristo.
Mas como saber se estamos conseguindo?
Quem é o Corpo de Cristo (Igreja) verdadeira que será arrebatada por Ele?
Será que estamos sendo de fato a SUA Igreja?
Será que estamos aptos (segundo a Sua Palavra) para sermos ARREBATADOS?

No livro de Lucas Jesus estava falando sobre o arrebatamento da Igreja para as pessoas, e o discípulo registrou Suas palavras assim:

30- Acontecerá exatamente assim no dia em que o Filho do homem for revelado.
31- Naquele dia, quem estiver no telhado de sua casa, não deve descer para apanhar os seus bens dentro de casa. Semelhantemente, quem estiver no campo, não deve voltar atrás por coisa alguma.
32- Lembrem-se da mulher de Ló!
33- Quem tentar conservar a sua vida a perderá, e quem perder a sua vida a preservará.
34- Eu lhes digo: naquela noite duas pessoas estarão numa cama; uma será tirada e a outra deixada.
35- Duas mulheres estarão moendo trigo juntas; uma será tirada e a outra deixada.
36- Duas pessoas estarão no campo; uma será tirada e a outra deixada”.
37- “Onde, Senhor? “, perguntaram eles. Ele respondeu: “Onde houver um cadáver (outra tradução diz: CORPO), ali se ajuntarão os abutres (outra tradução diz: águias)“. Lucas 17:30-37   (versão NVI)

Observe que no verso 37 eles perguntaram assim: onde vai acontecer isso Senhor?
Ou seja: Senhor, onde será o arrebatamento? Onde ele irá acontecer?
E o Senhor Jesus respondeu duas coisas na mesma resposta:
1) “O arrebatamento VAI ACONTECER onde estiver o CORPO morto (cadáver)”.
2) “Os abutres (ou águias) vão denunciar quem é esse Corpo morto.

Eu sei que esse texto não é fácil de se compreender, ele era um mistério para mim, até que o Senhor me explicou ele em 2012, por isso quero compartilhar com vocês.

Ele me disse que esse CORPO não era apenas a Sua Igreja, o Corpo representa a Sua Igreja verdadeira. E que os abutres representam os demônios.
Então eu me lembro de perguntar ao Senhor o seguinte:

Mas Senhor, por que os demônios vão estar aonde o arrebatamento vai ocorrer??
Por que o Senhor não disse assim “Olha gente, onde estiver o corpo, ali estará o Espírito Santo…” Não seria mais “coerente” dizer isso? Pois afinal, se trata do arrebatamento da Igreja PARA O CÉU (e não de um “comboio” de gente para o inferno) então, se estamos falando do CÉU, por que os demônios estão no meio dessa história??

Então Senhor me mostrou o seguinte:
“Como é a Igreja falsa, e como é a IGREJA VERDADEIRA?”
1) A falsa ama o mundão, ama as coisas do mundo… por isso ela é “viva” para o mundão,  mas é “morta” para Deus, é “morta” para adorar, é morta para fazer a diferença no mundo espiritual.
E a Igreja VERDADEIRA?
2) A iGREJA verdadeira é viva para Deus, VIVA para adorar, VIVA para fazer a diferença… mas ela é “MORTA” para o mundão, de modo que ela chega a odiar o estilo de vida do mundão:
“Aquele que ama a sua vida, a perderá; ao passo que aquele que odeia a sua vida neste mundo, a conservará para a vida eterna.” João 12:25)

A Igreja verdadeira é MORTA para o pecado, é MORTA para o mundão. E essa “morte” exala “um CHEIRO suave” que atrai os “abutres” (demônios).
Por que?
Porque é “o cheiro do sacrifício vivo” que está em Romanos 12:1:

“Portanto, irmãos, rogo-lhes pelas misericórdias de Deus que se ofereçam em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus; este é o culto racional de vocês.
Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.” Romanos 12:1,2

Os demônios sentem “o cheiro” do “sacrifício vivo” que somos nós quando negamos as nossas vontades erradas, quando renunciamos ao pecado!
Quando fazemos isso, nós nos tornamos O SACRIFÍCIO vivo, nos tornamos um INSTRUMENTO DE ADORAÇÃO A DEUS andando SOBRE A TERRA.
E os demônios sentem o “cheiro” dessa adoração, ela os incomoda!
Por que?
Porque as nossas renúncias GERAM a santidade de Deus em nós (que funciona como um “repelente” contra os demônios) e a santidade em adoração, e a adoração em santidade atraem a presença de Deus para nós ainda mais!
Então o Senhor me disse:
O arrebatamento vai acontecer ONDE houver esse “cheiro” de adoração, esse “cheiro” de “sacrifício vivo” (que é o sacrifício de tudo que desagrada a Deus dentro de nós, de tudo que nós deixamos “morrer” para obedecer a Deus). Isso produz um “cheiro” de adoração sobre nós! Passamos a ser percebidos e observados tanto por anjos quanto por demônios assim: “Vejam, ali vai o “sacrifício-vivo-ambulante” para Deus sobre a face da Terra!”
Ele me disse que o arrebatamento vai acontecer onde ESSA Igreja estiver, uma Igreja que “exala esse cheiro”, que abriu mão de tudo POR Deus, que lhe ofereceu a si mesma como sacrifício vivo.

É verdade que não somos a maioria, porém existimos. E estamos aqui para dizer tanto em nossos corações como PARA O MUNDO que:
DEUS MANDA EM NÓS, que nós somos totalmente submissos a Deus, que seremos e que faremos o que DEUS mandar, e que negaremos as nossas vontades PARA fazermos a vontade de DELE.
Vem Senhor! Porque aonde estiver o Corpo, aí se ajuntarão os abutres.
Eis aqui o Corpo.
Em Teu Nome,
Pastora Sarah Sheeva

@SarahSheeva
#SantidadeAoSenhor
#VocêÉumTemplo

Tristeza e infelicidade NÃO SÃO a mesma coisa. Saiba a diferença…

Tristeza e infelicidade não são a mesma coisa.

Felizes ou tristes

A imagem nesse quadro é interessante e faz muitas pessoas pensarem e refletirem sobre suas próprias vidas. Ainda que algumas pessoas neguem sua realidade interior, ou ainda que outras possam admitir sua situação interior quando se identificarem com a lista das “pessoas tristes” desse quadro, eu pergunto a vocês: Como ajudar as pessoas a saírem disso?
Do que adianta refletir, pensar, se não mudar?

Aqui vai a minha ajuda:

Todo cristão precisa saber que o autoconhecimento (conhecer a si mesmo) é o caminho para a cura da alma à luz da Palavra (Sl 139.23), quem não SE conhece, não consegue ir muito longe na cura interior. E por que? Porque Deus só entra nos “lugares” que O convidamos (Ap 3.20).
Já nos lugares que não temos acesso (não enxergamos) ou que não abrimos para Ele entrar, Deus respeita, e não invade. Ele não entra sem bater, e não “arromba” a porta. É um princípio dEle.

Por causa disso, algumas pessoas que são crentes, passam a vida inteira com problemas na alma, e as vezes, problemas tão enraizados, que essas pessoas já até se acostumaram a viver assim, e não as incomoda mais.
Quando não incomoda, quando nós nos “acostumamos”, a nossa alma tende a se acomodar no problema sem nunca querer mudar.
E qual é o problema disso?
O problema é que podemos nos tornar pessoas realmente infelizes e frustradas devido ao comodismo nos problemas de alma que nos acostumamos, podemos nos tornar carrascos da nossa própria alma, ou prisioneiros de si mesmo.

Mas então o que fazer?
Qual é o caminho para não nos acostumarmos e não nos acomodarmos?

Em primeiro lugar, adquirir conhecimento sobre a diferença de:
1) Felicidade X Alegria
2) Infelicidade X Tristeza

Tristeza e infelicidade não são a mesma coisa.
Alegria e felicidade não são a mesma coisa.
A felicidade não é uma sensação, nem uma emoção. Porém, alegria e tristeza são emoções e sensações.
Emoção não é felicidade. Tanto a emoção como a sensação PASSAM… são momentâneas…
Felicidade é algo muito além de emoção ou sensação: felicidade é um estado constante de contentamento interno, que nada tem a ver com as coisas externas, com circunstancias.A felicidade permanece, independente das circunstancias, mas a emoção passa, muda de acordo com a circunstância.

Exemplos:
Você pode SER alguém feliz, porém pode ESTAR em um momento triste. Pode ser que você seja feliz, mas esteja em um velório, chorando a partida de alguém amado/amada. Isso significa emoção de tristeza, mas não significa sentimento de infelicidade.
Ou: você pode SER alguém infeliz, porém pode ESTAR em um momento alegre. Pode ser que você esteja em uma festa, rindo, animado(a), se alegrando (alguns bebem vinho para isso) etc, em busca de sentirem ALEGRIA e sensações de bem estar… porém, se você não for feliz, quando aquele MOMENTO passar, quando aquela emoção de alegria passar, a sua realidade virá a tona: a infelicidade, a insatisfação, a ingratidão, a falta de contentamento. Tudo isso revela um interior infeliz.
Entendeu?
Não tem nada a ver com TER coisas… Há muitas pessoas infelizes que TEM TUDO que o dinheiro pode comprar… porém, não são pessoas felizes.
A felicidade não é algo passageiro, ela não é emoção.
A felicidade não é suscetível aos acontecimentos EXTERNOS,
e por que?
Porque ela é interna, é uma “conquista” INTERNA. (Não externa).
Ao entender isso, o primeiro passo foi dado em direção à felicidade, pois a pessoa para de se iludir, para de achar que sentir alegria é a mesma coisa que ser feliz. Assim, a pessoa também para de colocar a alegria no topo de seus objetivos, e começa a almejar algo bem mais profundo.

Como se tornar uma pessoa realmente feliz?
O segundo passo é descobrir se você é infeliz.
Por que?
Porque muitas pessoas infelizes simplesmente aprenderam a esconder de si e dos outros o quanto são INfelizes. E por que? O motivo é simples: por orgulho e vaidade.
Por orgulho e vaidade, muitas pessoas entram em um estado interno de competição alheia, é um “fenômeno” comum, principalmente para quem frequenta as redes sociais.
Todos os dias milhares de pessoas “postam” as situações mais variadas de suas vidas, e parece que postar a “felicidade” (ou melhor) postar as alegrias e prazeres que estão vivendo, virou uma competição silenciosa ENTRE TODA A HUMANIDADE.
O motivo por trás disso, por trás de toda essa competição silenciosa, é o orgulho e a vaidade.
E o motivo por trás desse orgulho e dessa vaidade é… pasmem… é…
É a baixa autoestima e a INFELICIDADE das pessoas.

Ou seja, quanto mais a pessoa PRECISA “postar” seus bons momentos, mais ela/ele está revelando que é infeliz
E que aquele esforço todo é uma tentativa de convencer a si mesmo (externamente) é uma atitude até inconsciente de contrariar a sua realidade INTERIOR de infelicidade, com algo EXTERIOR ligado a alegria e aos prazeres, porém INTERNAMENTE não podemos mudar nada com coisas EXTERNAS.
A nossa alma sabe que tudo que externamos, que damos, revela o que estamos cheios! (Mt 12.34). E por isso, esse hábito de postar, postar, mostrar, mostrar, é uma tentativa da nossa alma de convencer ao mundo ao seu redor de que aquilo equivale ao nosso interior… porém, não é verdade. Por que? Se você observar, quem tem mesmo, doa naturalmente! E não fica fazendo propaganda. Quem muito fala, pouco faz! Quem muito se auto afirma, revela fragilidade interior.
Nós damos o que temos! De fato, mas as vezes não divulgamos o que temos! Mas divulgamos mentiras! Divulgamos uma falsa felicidade!
Quem é realmente feliz: NÃO PRECISA MOSTRAR A PRÓPRIA FELICIDADE PRA NINGUÉM.
Simplesmente, não sente essa necessidade!

Se a pessoa sente essa necessidade, já é sinal de que não é feliz.
Assim, esse é o segundo passo em busca da felicidade: descobrir se você ainda é infeliz, e parar de ocultar isso de você mesmo, de Deus, e das pessoas que você ama.

O terceiro passo é:
Entender que “o interno só muda com o interno”!

Há coisas internas (que acontecem internamente em nós), e há coisas externas.
E o que é interno que realmente pode nos mudar??
1) Deus: Deus age e opera em nós INTERNAMENTE.
2) O amor: ele também é interno.
Esses são os dois maiores “fatores de mudança” no universo!
Mas observe também que Deus é Amor! Ele é feito disso!

“E nós conhecemos, e cremos no amor que Deus nos tem. Deus é amor; e quem está em amor está em Deus, e Deus nele.” (1 João 4:16)

O quarto passo é: você precisa entender o que é o amor.:
O amor (o verdadeiro amor) NÃO É UMA EMOÇÃO, ele é uma escolha e uma decisão! É incondicional.
Uma mãe (ou um pai) decide amar seu filho, não importando absolutamente nada, se o filho é “assim ou assado”, não importa, ela (ele) o ama! E ponto final.

O amor não passa ou acaba com as circunstancias.
Ele só passa, se ele for falso, ou baseado em uma mentira.
Por exemplo, se uma mulher se casa com um homem que fingiu ter uma certa personalidade, e no decorrer dos anos a real personalidade dele aparece, essa mulher pode descobrir que o homem que ela “amava” não existe ou nunca existiu! Esse é o motivo de algumas mulheres perderem o amor, porque na verdade, nunca amaram a realidade, e sim amaram a ilusão, a ficção. Por isso acabou, porque na verdade, nunca nem existiu.

O amor verdadeiro não acaba!
veja o que diz a Escritura:

O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.
Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;
Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;
Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;
Porque, em parte, conhecemos, e em parte profetizamos;
Mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado.
Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino.
Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido.
Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor.

(1 Coríntios 13:4-13)

Esse é o quarto passo.
Quando você entende tudo isso, aí poderá ir ao quinto passo:
Pedir a Deus que te mostre o que te impede de vivenciar o amor dEle por você, o que te impede de ouvir a Sua voz, crer em Sua Palavra, e O obedecer em tudo o que Ele te direcionar.
Aí vem o autoconhecimento bíblico:

“Examina-me, Senhor, e prova-me; esquadrinha os meus rins e o meu coração.” (Salmos 26:2)
 

“Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece os meus pensamentos.” (Salmos 139:23)

Quando você começa a enxergar, tudo vai entrando em seu devido lugar dentro de você!
E começa a acontecer um “gerenciamento” das suas emoções e dos seus pensamentos a luz do Espírito Santo de Deus.
Então naturalmente você começa a doar aquilo que está cheio o seu coração:

“O homem bom, do bom tesouro do seu coração tira o bem, e o homem mau, do mau tesouro do seu coração tira o mal, porque da abundância do seu coração fala a boca.” (Lucas 6:45)

Você então:

– Para de culpar

– Para de ser dono da verdade

– Para de guardar rancor

– Para de criticar o tempo todo

– Para de fofocar (falar mal)

– Para de sentir inveja

– Para de esconder informações boas

– Para de pensar negativamente

E você passa a:

– Ser responsável pelas suas escolhas e decisões

– Ser grato(a) mesmo que ninguém te dê razão

– Ser perdoador(a)

– Ser cuidadoso(a) com as palavras, relatos e ideias

– Se alegrar com a vitória alheia

– Ser compartilhador(a) de boas informações

– Ser positivo(a)

A felicidade tem a ver com a obediência a Deus.
Tome a decisão de obedecer, e de não permanecer sendo a mesma pessoa, Deus quer te transformar em alguém melhor a cada dia!
Deus quer te dar a felicidade!
Tome a decisão de deixar Ele te transformar diariamente em alguém melhor, em alguém mais parecido com Ele!

Que Deus te abençoe,
Sarah Sheeva
01.09.17

 

A diferença entre salvação e galardão

Noiva e Jesus

galardao-4-638
“E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra.” (Apocalipse 22.12)

Todo cristão PRECISA saber a diferença entre SALVAÇÃO e GALARDÃO.

1) Salvação, ir morar no Céu, na dimensão da eternidade onde viveremos eternamente na presença de Deus… isso não depende de NOSSOS feitos, isso foi conquistado pelo Precioso Sangue de Jesus Cristo na cruz do Calvário. Apenas precisamos ter uma atitude: receber Jesus Cristo como nosso Senhor e Salvador, reconhecendo que somos pecadores e que precisamos dEle.

2) Galardão é OUTRA COISA.
Galardão significa: Recompensa! E isso sim, isso depende de NÓS, depende do nível de obediência que decidimos viver aqui na Terra.
O galardão é algo ALÉM da salvação, como um “bônus” de Deus para os salvos.
Não existe galardão sem a salvação. O galardão depende da salvação e das obras em obediência aqui para existir lá.
Porém, pode existir salvação sem galardão, ou seja, a salvação não depende do galardão para acontecer em nossas vidas. Significa que uma pessoa poderá ser salva (ir para o céu) porém, não receber nenhum galardão quando chegar lá (não receber nenhuma recompensa lá), o que não interfere em nada em sua salvação, que por si só, já é o maior presente de Deus para nós.
Porém, o galardão é algo a mais, uma recompensa, um presente pela nossa obediência aqui na Terra, e ele dependerá sim da nossa salvação, pois ninguém poderá ser recompensado se não estiver lá no céu.

Mas porque esse assunto (tão importante) é tão POUCO falado nas igrejas?
A verdade é que muita gente não gosta de olhar pra si, porque acaba comparando sua vida com a vida dos outros, comparando suas renúncias com as renúncias dos outros, comparando “suas obediências” com as “obediências” dos outros, comparando sua recompensa com a recompensa dos outros. Muitos não “plantam” a semente da renúncia que outros plantam, porém, querem “colher” os frutos do galardão que outros colhem…
Quantas vezes você já percebeu pessoas que ficam de olho na sua “colheita”, porém, nunca “semearam” as mesmas “SEMENTES” que as suas??

Os crentes que nunca SE DERAM totalmente a Deus, acabam com inveja do galardão (recompensa) dos crentes que se deram TOTALMENTE a Deus e a Sua obra.
E é POR ISSO QUE ESSE TIPO DE POST INCOMODA quem não “paga o preço” da renúncia diária, porque esfrega na “cara da carne” essa dura verdade:
Para quem DEU TUDO por Cristo, a salvação é “só” o bilhete de ENTRADA, porque (para quem DEU TUDO por Ele) TEM muito mais lá NO CÉU! 😃
É uma lei espiritual.
Não tem jeito, foi o Senhor Jesus quem revelou essa “lei”, a lei da recompensa, a lei que está também em João 12.24:

“Na verdade, na verdade vos digo que, se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas se morrer, dá muito fruto.
” (João 12:24)

Não adianta reclamar, foi Deus quem estabeleceu essa lei.

Quem deu tudo, pode pedir tudo…
A oferta de adoração que gera galardão.

Muitas mulheres e homens cristãos desconhecem essa lei espiritual da “oferta de adoração”, é a oferta que fazemos ao renunciar a algo que amamos, que gostamos, ou que queremos, por amor a Cristo (para fazer a vontade de Cristo).
Você já teve essa experiência?
Já viveu uma situação onde Deus te pediu algo que você gostava MUITO?
Já teve que abrir mão de uma vontade ou um prazer que era muito difícil para você??
Esse tipo de “oferta” representa uma “cruz” para as vontades da nossa alma e do corpo, é como uma cruz onde nós “morremos” para nós mesmos, para os nossos desejos e vontades…
Porém, depois que “morremos” , vem a ressurreição…
E na ressurreição, podemos pedir a Deus o que quisermos!
Por que?
Porque na ressurreição o impossível ACONTECE! (O natural e o sobrenatural)
Assim, quem abre mão de tudo por Jesus (ofertando sua vida e suas vontades em adoração a Ele, fazendo a vontade dEle) deve se preparar para receber cem vezes mais de tudo aquilo que abandonou por Ele!

Ainda que nós O seguimos porque O amamos, e não pelas recompensas… mesmo assim Ele é tão Justo, que gosta de recompensar a todos que O obedecem!

Veja Mateus 19.29:
E todo aquele que tiver deixado casas, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou mulher, ou filhos, ou terras, por amor de meu nome, receberá cem vezes tanto,
e herdará a vida eterna.”

Então, se você abriu mão de tudo por Jesus Cristo, se prepare! 💖

JESUS-is-the-only-way-to-Heaven

E não pense que o céu é um salão branco cheio de gente igual vestido igual… não!
Jesus disse que no céu há muitas moradas… é tudo muito lindo e diferente, e cada um receberá uma recompensa DIFERENTE, de acordo com o que o Justo Juiz determinar…
E Ele já disse que os critérios dessa recompensa estão em nossa vida aqui na Terra.

“Eu, o Senhor, esquadrinho o coração e provo os rins; e isto para dar a cada um segundo os seus caminhos e segundo o fruto das suas ações.” (Jeremias 17.10)

“Ora, o que planta e o que rega são um; mas cada um receberá o seu galardão segundo o seu trabalho.
Porque nós somos cooperadores de Deus; vós sois lavoura de Deus e edifício de Deus.
Segundo a graça de Deus que me foi dada, pus eu, como sábio arquiteto, o fundamento, e outro edifica sobre ele; mas veja cada um como edifica sobre ele.
Porque ninguém pode pôr outro fundamento além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo.
E, se alguém sobre este fundamento formar um edifício de ouro, prata, pedras preciosas, madeira, feno, palha,
A obra de cada um se manifestará; na verdade o dia a declarará, porque pelo fogo será descoberta; e o fogo provará qual seja a obra de cada um.
Se a obra que alguém edificou nessa parte permanecer, esse receberá galardão.
Se a obra de alguém se queimar, sofrerá detrimento; mas o tal será salvo, todavia como pelo fogo.” (1 Coríntios 3:8-15)

“Ora, sem fé é impossível agradar-lhe; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que Ele existe, e que é galardoador dos que o buscam.” (Hebreus 11:6)

Lembre-se, estamos falando de galardão (e não de salvação).
A salvação é pelo Sangue de Jesus, mas o galardão é pela nossa OBEDIÊNCIA. 😉

Que Deus os abençoe,
Sarah Sheeva
@SarahSheeva

Fontes das imagens:
Fonte da imagem http://portadoceupg.blogspot.com.br/2016/01/diferenca-entre-salvacao-e-galardao.html

https://www.facebook.com/desenhistaquepensa/

 

 

Não seja um “crente-humanista”

Fazer as coisas que queremos, e esperar que Deus abençoe é humanismo.
(Humanismo = Antropocentrismo: Ser humano no centro do universo: “O ser humano passou a ocupar o centro de interesse da sociedade, das artes e das ciências. Com isso, o ser humano tomou o lugar que antes era ocupado pela religião e, consequentemente, pela Igreja” – Fonte: Internet).
Deus vai abençoar o homem em tudo que o homem quer?
Não, Deus vai abençoar o que Ele quiser, o que for da vontade dEle.
A nossa vontade não pode ser “um deus”.
E a vontade de Deus é que precisa ser obedecida.
Se o que queremos é da vontade dEle, então ótimo, Ele vai abençoar!
Mas, se o que queremos é vontade nossa, da nossa carne, da nossa alma, do nosso vazio interior, ou até do diabo… então Deus não vai abençoar não.
E, se seguimos a nossa vontade, erramos.
As vezes, erramos em achar, pensar, acreditar, que Deus estava abençoando a nossa vontade. E o erro, se não for reconhecido, nunca será corrigido em nossas vidas!
“Ah, mas Deus perdoa esse erro… ou aquele erro…” 
Quem somos nós para dizer a maneira como Deus julgará a cada um?
Uma coisa sabemos, a Bíblia nos mostra (em várias situações) que a “barriga de peixe” de cada um na vida, é do tamanho da “dureza do coração” de cada um na vida.

Preparou, pois, o Senhor um grande peixe, para que tragasse a Jonas; e esteve Jonas três dias e três noites nas entranhas do peixe (barriga do peixe).” (Jonas 1.17)

“Este povo maligno, que recusa ouvir as minhas palavras, que caminha segundo dureza do seu coração, e anda após deuses alheios, para servi-los, e inclinar-se diante deles, será tal como este cinto, que para nada presta.” (Jeremias 13.10)

“Dizem continuamente aos que me desprezam: O Senhor disse: Paz tereis; e a qualquer que anda segundo a dureza do seu coração, dizem: Não virá mal sobre vós.” (Jeremias 23.17)

  “Eu também andei para com eles contrariamente, e os fiz entrar na terra dos seus inimigos; se então o seu coração incircunciso se humilhar, e então tomarem por bem o castigo da sua iniqüidade” (Levítico 26.41)

“E te lembrarás de todo o caminho, pelo qual o Senhor teu Deus te guiou no deserto estes quarenta anos, para te humilhar, e te provar, para saber o que estava no teu coração, se guardarias os seus mandamentos, ou não.
E te humilhou, e te deixou ter fome, e te sustentou com o maná, que tu não conheceste, nem teus pais o conheceram; para te dar a entender que o homem não viverá só de pão, mas de tudo o que sai da boca do Senhor viverá o homem. Nunca se envelheceu a tua roupa sobre ti, nem se inchou o teu pé nestes quarenta anos. Sabes, pois, no teu coração que, como um homem castiga a seu filho, assim te castiga o Senhor teu Deus.”  (Deuteronômio 8:2,3,4,5)

Cada um vive a luta que vai transformar seu próprio caráter.
E por que?
Porque Deus é o Pai que sabe educar melhor. Ele sabe tudo, Ele é Perfeito.
Não mudaremos a Deus (que é Perfeito).
Quem tem que mudar somos nós (que somos imperfeitos).
Ele tinha razão, Ele tem razão, e Ele sempre terá razão em tudo, para todo o sempre.
Todos nós prestaremos contas a Ele.
Então, como estão as coisas na sua vida?
Estás vivendo de acordo com a vontade dEle?
Que cada um sonde seu próprio coração e sua própria vida.
A escolha que o nosso irmão (ou nossa irmã) está fazendo, não é problema nosso, pois cada um dará conta de si mesmo diante de Deus.
Eu estou correndo atrás de ser fiel e de agradar a Deus diariamente, correndo atrás de OBEDECER… isso já é um desafio suficiente para me ocupar MUITO em todos os meus dias. Que cada um possa “correr atrás” também.
Queremos ajudar ao próximo?
Ou queremos julgar ao próximo?
Só podemos ajudar os outros se já somos livres.
Você é livre?
Ou você ainda serve ao mundo, ao humanismo (antropocentrismo), e as suas próprias vontades?
Como existem “crentes-humanistas” hoje em dia…
Eu mesma demorei muito para ser livre do “humanismo-gospel”, mas hoje eu sou livre!
Hoje, eu não sou uma crente-humanista, sou uma crente-teocentrista!
O crente-humanista coloca a sua própria felicidade na frente de Deus.
O crente-teocentrista coloca Deus na frente da sua própria felicidade.
A nossa felicidade não é mais importante do que obedecer e agradar a Deus.
Obedecer a Deus, fazer a vontade dEle, é mais importante que satisfazer as nossas vontades e a nossa felicidade.
Por que?
Porque aqui nessa dimensão da vida terrena tudo vai acabar rápido (já está acabando todos os dias…) porém, há uma eternidade que nos aguarda.
A eternidade é mais real do que a Terra (dimensão temporal).
A morte física (que leva para a eternidade) é bem real! Se você já perdeu alguém que você amava, sabe que é verdade.
A eternidade é real.
Na eternidade não haverá como escondermos de Deus SE realmente O obedecemos ou não. Ele saberá exatamente quem O obedeceu, e quem não O obedeceu.
É isso que importa gente.
É isso que importa.
Não importa o que os outros pensam.
Não importa o que acontecer “fora” da gente.
Importa o que está acontecendo “dentro” = importa se nós estamos obedecendo a Ele ou não.
Esse “lugar” dentro de nós (da obediência) não é visível para mais ninguém!
Somente para DEUS.
Só Deus sabe quem está sendo realmente fiel a vontade e ao comando dEle.
Vencer, é vencer POR DENTRO.
Ser livre, é ser livre POR DENTRO.
É tudo POR DENTRO.
O “passaporte” para a eternidade é POR DENTRO.
Temos que nos preocupar é com isso (com a nossa própria fidelidade a Deus).
Por que?
Porque não adianta ter aceitado a Cristo, estar frequentando uma Igreja, e ler a Bíblia… se POR DENTRO ainda existir o “humanismo-gospel” em você (do tipo):
“Deus tem o melhor PRA MIM… (o que eu quero que Ele faça)!”
“Eu quero o MEU milagre… (aquilo que EU determinei)”
“Eu quero a MINHA vitória… (a MINHA vontade realizada)”
“Minha oração move a mão de Deus… (Porque Deus fará o que EU QUERO)”

Aé crente? Então qual é a sua motivação?
Você quer fazer o que você quer, ou o que Deus quer?
Peça pra Ele te mostrar a verdadeira motivação que está dentro de você, porque se você não enxergar, não vai mudar!
E se não mudar, se não mudar… você vai fraquejar e lá na frente, vai cair.
Fazer o que você quer é o caminho para FRAQUEJAR.
Porém, rejeitar a sua vontade (e fazer a vontade de Deus) é (além de obediência) o caminho para SER FORTE.
Não importa o que os outros pensam.
Não importa o que acontecer “fora” de você.
Importa o que está acontecendo “dentro” = importa se você está obedecendo a Ele ou não.
Temos que nos preocupar é com isso.
Por que?
Porque muitos crentes, homens e mulheres que foram grandes nomes na história bíblica, grandes líderes (antigos e também atuais) que realizaram grandes feitos na Terra, um dia fraquejaram na motivação, amaram mais o mundo (e as suas vontades) do que a Deus, e assim caíram…
Caíram porque tiraram o foco da obediência, e colocaram o foco na própria felicidade…
Isso é humanismo (antropocentrismo = o homem no centro) e é contrário ao teocentrismo (Deus no centro de tudo).
Qual é a coisa mais importante da vida cristã?
Você ou Deus?
A sua vontade ou a vontade de Deus?
A coisa mais importante da vida cristã é: Fazer a vontade de Deus.
Porque, quem não fizer, quem não fizer irmãos… será BARRADO no céu!
Barrado! Não poderá entrar!
Quem disse isso?
Jesus Cristo disse isso em Mateus 7.21:

“Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! (meu Dono, meu Dono) entrará no reino dos céus (nem todo crente), mas (entrará) aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.”
(Mateus 7:21)

Jesus já deixou avisado e escrito pra ninguém reclamar quando acontecer de ser “barrado”.
Portanto, ninguém conseguirá “enganar” o “Porteiro celestial” e dar um jeito de “entrar” sem a Sua “autorização”. Ele saberá quem realmente O obedeceu, e quem não o obedeceu.
Não tem jeito. A PORTA É estreita:

“Porfiai por entrar pela porta estreita; porque eu vos digo que muitos procurarão entrar,
e não poderão. Quando o pai de família (Deus) se levantar e cerrar (fechar) a porta, e começardes, de fora, a bater à porta, dizendo: Senhor, Senhor (meu Dono, meu Dono), abre-nos; e, respondendo ele, vos disser: Não sei de onde vós sois; Então começareis a dizer: Temos comido e bebido na tua presença, e tu tens ensinado nas nossas ruas. E ele vos responderá: Digo-vos que não vos conheço nem sei de onde vós sois; apartai-vos de mim, vós todos os que praticais a iniqüidade. Ali haverá choro e ranger de dentes (inferno), quando virdes Abraão, e Isaque, e Jacó, e todos os profetas no reino de Deus, e vós (vocês forem) lançados fora (do reino de Deus). E virão do oriente, e do ocidente, e do norte, e do sul, e assentar-se-ão à mesa no reino de DeusE eis que derradeiros (últimos) há que serão os primeiros; e primeiros há que serão os derradeiros.” (Lucas 13:25-30)

Discordou?
Achou errado?
Então, infelizmente, você ainda é um crente-humanista.
Não sabe como deixar de ser humanista?
Quer deixar de ser um crente-humanista?

Veja: https://www.youtube.com/watch?v=Bbq2-2Uvvu4

Que Deus te conduza no caminho e na porta estreita,
Paz, Pastora Sarah Sheeva

Mulher solteira, você é “Muro” ou “Porta”?

Muro ou Porta imagem

Há uns 12 anos atrás eu tive a oportunidade de conhecer o Pastor Sergio Franco e sua mulher, Pastora Denise, quando fui ministrar na Comunidade Atos em Santíssimo no RJ. Naquela época eu ainda não tinha recebido a revelação sobre “A importância da autoestima da mulher na formação da família” (tema principal da campanha “Culto das Princesas”).
Quando conheci esse casal, eles me presentearam com vários livros de autoria do Pr.Franco, e entre esses livros, estava o livro “Muro ou Porta?”, um livro maravilhoso que foi determinante para a MINHA MUDANÇA na área sentimental.
Através do ensino (deste livro) recebi o PRIMEIRO ENTENDIMENTO necessário para a construção do meu trabalho com mulheres solteiras. Foi fundamental para mim.
Na primeira lição (das 12) da campanha “Culto das Princesas” eu sempre falo sobre o que aprendi nesse livro: sobre a importância de uma mulher ESCOLHER se deseja ser “Muro ou Porta” (“Princesa” ou “Cachorra”). É forte mesmo!
A revelação que Deus deu ao Pr.Franco sobre “Muro ou Porta” (Cantares 8.8) me alcançou naquela época, mudou meu entendimento, e foi fundamental para a minha vida emocional ser restaurada e transformada.
Quero incentivar todas as mulheres do Reino de Deus a lerem esse livro, pois eu creio que assim como ele me edificou muito, edificará também a cada uma de vocês.
Que Deus abençoe a todos,
Paz,
Pastora Sarah Sheeva
21 de Julho de 2016

Para adquirir o livro “Muro ou Porta” do Pr.Franco acesse esse link:
http://www.loja.servolivre.com/muro-ou-porta

Clique aqui para ouvir a mensagem da Pra.Sarah Sheeva sobre:  “A importância da autoestima da mulher na formação da família
Ou acesse esse link: https://www.youtube.com/watch?v=0XdhwKnN-jA

 

 

Sonho que tive na primeira noite de 2016

Feliz 2016 a todos!
Quero aproveitar para compartilhar com vocês esse sonho espiritual que tive hoje, na primeira noite do ano, e que acredito que seja uma mensagem para todas as igrejas.
Compartilhem com os amigos.
Paz, Pastora Sarah Sheeva
01.01.2016

Link dos 2 textos citados aqui no vídeo:

1) http://blogsarahsheeva.com/2011/05/18/cada-show-um-culto-disfarado-3/
2) https://sarahsheeva.wordpress.com/2012/10/28/o-que-tem-tocado-ai-dentro-deste-templo/