Aonde vai acontecer o arrebatamento? (O mundo está chamando por Ele sem saber…)

Essa semana Ele me disse assim:
“A rebelião do mundo soa para Deus como um clamor de filhos rebeldes que destroem e vandalizam a casa, gritando por não terem quem os discipline, sem saberem que o Pai está lá fora observando e ouvindo tudo, e sem saberem que o Pai vai entrar em casa a qualquer momento SEM AVISAR…”


A rebelião do mundo está clamando pela vinda de Cristo. É por isso que em Apocalipse diz que vai piorar muito antes da volta de Cristo, porque o clamor dos rebeldes é: “Se Deus existisse Ele não permitiria isso e aquilo…” e assim, por duvidarem da existência de Deus, muitos vão levando suas próprias vidas em pecado, sem temor, sem preocupação de prestação de contas.
É incrível que a rebelião está tomando conta de quase tudo, até dos entretenimentos. Até os roteiros dos filmes de Hollywood sempre contém falas dizendo que a fé é um delírio da imaginação… todos os filmes e séries de hoje em dia (TODOS) estão bombardeando essa geração com a mensagem hedonista “ANTI-CRÍSTICA”, anti-Deus, anti-fé… para que a fé e a crença na existência de Deus sejam aniquiladas.
O mundo é um cenário que “chama” o anti-cristo diariamente. E o maior sinal disso é a rebelião das pessoas dizendo em seus corações:
“Ninguém manda em mim”,
“Eu faço o que eu quiser”,
“Eu serei o que eu quiser”,
“Não preciso obedecer a ninguém”.
Engano… só engano… a rebelião é o maior traço da personalidade do diabo.

Mas no meio disso tudo ainda existem aqueles que PERMANECERAM fiéis à obediência a Deus, a Sua Palavra, a Sua vontade.
Eu tenho lutado diariamente para ser e permanecer sendo parte desse grupo de pessoas que se chamam IGREJA de Cristo.
Mas como saber se estamos conseguindo?
Quem é o Corpo de Cristo (Igreja) verdadeira que será arrebatada por Ele?
Será que estamos sendo de fato a SUA Igreja?
Será que estamos aptos (segundo a Sua Palavra) para sermos ARREBATADOS?

No livro de Lucas Jesus estava falando sobre o arrebatamento da Igreja para as pessoas, e o discípulo registrou Suas palavras assim:

30- Acontecerá exatamente assim no dia em que o Filho do homem for revelado.
31- Naquele dia, quem estiver no telhado de sua casa, não deve descer para apanhar os seus bens dentro de casa. Semelhantemente, quem estiver no campo, não deve voltar atrás por coisa alguma.
32- Lembrem-se da mulher de Ló!
33- Quem tentar conservar a sua vida a perderá, e quem perder a sua vida a preservará.
34- Eu lhes digo: naquela noite duas pessoas estarão numa cama; uma será tirada e a outra deixada.
35- Duas mulheres estarão moendo trigo juntas; uma será tirada e a outra deixada.
36- Duas pessoas estarão no campo; uma será tirada e a outra deixada”.
37- “Onde, Senhor? “, perguntaram eles. Ele respondeu: “Onde houver um cadáver (outra tradução diz: CORPO), ali se ajuntarão os abutres (outra tradução diz: águias)“. Lucas 17:30-37   (versão NVI)

Observe que no verso 37 eles perguntaram assim: onde vai acontecer isso Senhor?
Ou seja: Senhor, onde será o arrebatamento? Onde ele irá acontecer?
E o Senhor Jesus respondeu duas coisas na mesma resposta:
1) “O arrebatamento VAI ACONTECER onde estiver o CORPO morto (cadáver)”.
2) “Os abutres (ou águias) vão denunciar quem é esse Corpo morto.

Eu sei que esse texto não é fácil de se compreender, ele era um mistério para mim, até que o Senhor me explicou ele em 2012, por isso quero compartilhar com vocês.

Ele me disse que esse CORPO não era apenas a Sua Igreja, o Corpo representa a Sua Igreja verdadeira. E que os abutres representam os demônios.
Então eu me lembro de perguntar ao Senhor o seguinte:

Mas Senhor, por que os demônios vão estar aonde o arrebatamento vai ocorrer??
Por que o Senhor não disse assim “Olha gente, onde estiver o corpo, ali estará o Espírito Santo…” Não seria mais “coerente” dizer isso? Pois afinal, se trata do arrebatamento da Igreja PARA O CÉU (e não de um “comboio” de gente para o inferno) então, se estamos falando do CÉU, por que os demônios estão no meio dessa história??

Então Senhor me mostrou o seguinte:
“Como é a Igreja falsa, e como é a IGREJA VERDADEIRA?”
1) A falsa ama o mundão, ama as coisas do mundo… por isso ela é “viva” para o mundão,  mas é “morta” para Deus, é “morta” para adorar, é morta para fazer a diferença no mundo espiritual.
E a Igreja VERDADEIRA?
2) A iGREJA verdadeira é viva para Deus, VIVA para adorar, VIVA para fazer a diferença… mas ela é “MORTA” para o mundão, de modo que ela chega a odiar o estilo de vida do mundão:
“Aquele que ama a sua vida, a perderá; ao passo que aquele que odeia a sua vida neste mundo, a conservará para a vida eterna.” João 12:25)

A Igreja verdadeira é MORTA para o pecado, é MORTA para o mundão. E essa “morte” exala “um CHEIRO suave” que atrai os “abutres” (demônios).
Por que?
Porque é “o cheiro do sacrifício vivo” que está em Romanos 12:1:

“Portanto, irmãos, rogo-lhes pelas misericórdias de Deus que se ofereçam em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus; este é o culto racional de vocês.
Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.” Romanos 12:1,2

Os demônios sentem “o cheiro” do “sacrifício vivo” que somos nós quando negamos as nossas vontades erradas, quando renunciamos ao pecado!
Quando fazemos isso, nós nos tornamos O SACRIFÍCIO vivo, nos tornamos um INSTRUMENTO DE ADORAÇÃO A DEUS andando SOBRE A TERRA.
E os demônios sentem o “cheiro” dessa adoração, ela os incomoda!
Por que?
Porque as nossas renúncias GERAM a santidade de Deus em nós (que funciona como um “repelente” contra os demônios) e a santidade em adoração, e a adoração em santidade atraem a presença de Deus para nós ainda mais!
Então o Senhor me disse:
O arrebatamento vai acontecer ONDE houver esse “cheiro” de adoração, esse “cheiro” de “sacrifício vivo” (que é o sacrifício de tudo que desagrada a Deus dentro de nós, de tudo que nós deixamos “morrer” para obedecer a Deus). Isso produz um “cheiro” de adoração sobre nós! Passamos a ser percebidos e observados tanto por anjos quanto por demônios assim: “Vejam, ali vai o “sacrifício-vivo-ambulante” para Deus sobre a face da Terra!”
Ele me disse que o arrebatamento vai acontecer onde ESSA Igreja estiver, uma Igreja que “exala esse cheiro”, que abriu mão de tudo POR Deus, que lhe ofereceu a si mesma como sacrifício vivo.

É verdade que não somos a maioria, porém existimos. E estamos aqui para dizer tanto em nossos corações como PARA O MUNDO que:
DEUS MANDA EM NÓS, que nós somos totalmente submissos a Deus, que seremos e que faremos o que DEUS mandar, e que negaremos as nossas vontades PARA fazermos a vontade de DELE.
Vem Senhor! Porque aonde estiver o Corpo, aí se ajuntarão os abutres.
Eis aqui o Corpo.
Em Teu Nome,
Pastora Sarah Sheeva

@SarahSheeva
#SantidadeAoSenhor
#VocêÉumTemplo

A diferença entre salvação e galardão

Noiva e Jesus

galardao-4-638
“E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra.” (Apocalipse 22.12)

Todo cristão PRECISA saber a diferença entre SALVAÇÃO e GALARDÃO.

1) Salvação, ir morar no Céu, na dimensão da eternidade onde viveremos eternamente na presença de Deus… isso não depende de NOSSOS feitos, isso foi conquistado pelo Precioso Sangue de Jesus Cristo na cruz do Calvário. Apenas precisamos ter uma atitude: receber Jesus Cristo como nosso Senhor e Salvador, reconhecendo que somos pecadores e que precisamos dEle.

2) Galardão é OUTRA COISA.
Galardão significa: Recompensa! E isso sim, isso depende de NÓS, depende do nível de obediência que decidimos viver aqui na Terra.
O galardão é algo ALÉM da salvação, como um “bônus” de Deus para os salvos.
Não existe galardão sem a salvação. O galardão depende da salvação e das obras em obediência aqui para existir lá.
Porém, pode existir salvação sem galardão, ou seja, a salvação não depende do galardão para acontecer em nossas vidas. Significa que uma pessoa poderá ser salva (ir para o céu) porém, não receber nenhum galardão quando chegar lá (não receber nenhuma recompensa lá), o que não interfere em nada em sua salvação, que por si só, já é o maior presente de Deus para nós.
Porém, o galardão é algo a mais, uma recompensa, um presente pela nossa obediência aqui na Terra, e ele dependerá sim da nossa salvação, pois ninguém poderá ser recompensado se não estiver lá no céu.

Mas porque esse assunto (tão importante) é tão POUCO falado nas igrejas?
A verdade é que muita gente não gosta de olhar pra si, porque acaba comparando sua vida com a vida dos outros, comparando suas renúncias com as renúncias dos outros, comparando “suas obediências” com as “obediências” dos outros, comparando sua recompensa com a recompensa dos outros. Muitos não “plantam” a semente da renúncia que outros plantam, porém, querem “colher” os frutos do galardão que outros colhem…
Quantas vezes você já percebeu pessoas que ficam de olho na sua “colheita”, porém, nunca “semearam” as mesmas “SEMENTES” que as suas??

Os crentes que nunca SE DERAM totalmente a Deus, acabam com inveja do galardão (recompensa) dos crentes que se deram TOTALMENTE a Deus e a Sua obra.
E é POR ISSO QUE ESSE TIPO DE POST INCOMODA quem não “paga o preço” da renúncia diária, porque esfrega na “cara da carne” essa dura verdade:
Para quem DEU TUDO por Cristo, a salvação é “só” o bilhete de ENTRADA, porque (para quem DEU TUDO por Ele) TEM muito mais lá NO CÉU! 😃
É uma lei espiritual.
Não tem jeito, foi o Senhor Jesus quem revelou essa “lei”, a lei da recompensa, a lei que está também em João 12.24:

“Na verdade, na verdade vos digo que, se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas se morrer, dá muito fruto.
” (João 12:24)

Não adianta reclamar, foi Deus quem estabeleceu essa lei.

Quem deu tudo, pode pedir tudo…
A oferta de adoração que gera galardão.

Muitas mulheres e homens cristãos desconhecem essa lei espiritual da “oferta de adoração”, é a oferta que fazemos ao renunciar a algo que amamos, que gostamos, ou que queremos, por amor a Cristo (para fazer a vontade de Cristo).
Você já teve essa experiência?
Já viveu uma situação onde Deus te pediu algo que você gostava MUITO?
Já teve que abrir mão de uma vontade ou um prazer que era muito difícil para você??
Esse tipo de “oferta” representa uma “cruz” para as vontades da nossa alma e do corpo, é como uma cruz onde nós “morremos” para nós mesmos, para os nossos desejos e vontades…
Porém, depois que “morremos” , vem a ressurreição…
E na ressurreição, podemos pedir a Deus o que quisermos!
Por que?
Porque na ressurreição o impossível ACONTECE! (O natural e o sobrenatural)
Assim, quem abre mão de tudo por Jesus (ofertando sua vida e suas vontades em adoração a Ele, fazendo a vontade dEle) deve se preparar para receber cem vezes mais de tudo aquilo que abandonou por Ele!

Ainda que nós O seguimos porque O amamos, e não pelas recompensas… mesmo assim Ele é tão Justo, que gosta de recompensar a todos que O obedecem!

Veja Mateus 19.29:
E todo aquele que tiver deixado casas, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou mulher, ou filhos, ou terras, por amor de meu nome, receberá cem vezes tanto,
e herdará a vida eterna.”

Então, se você abriu mão de tudo por Jesus Cristo, se prepare! 💖

JESUS-is-the-only-way-to-Heaven

E não pense que o céu é um salão branco cheio de gente igual vestido igual… não!
Jesus disse que no céu há muitas moradas… é tudo muito lindo e diferente, e cada um receberá uma recompensa DIFERENTE, de acordo com o que o Justo Juiz determinar…
E Ele já disse que os critérios dessa recompensa estão em nossa vida aqui na Terra.

“Eu, o Senhor, esquadrinho o coração e provo os rins; e isto para dar a cada um segundo os seus caminhos e segundo o fruto das suas ações.” (Jeremias 17.10)

“Ora, o que planta e o que rega são um; mas cada um receberá o seu galardão segundo o seu trabalho.
Porque nós somos cooperadores de Deus; vós sois lavoura de Deus e edifício de Deus.
Segundo a graça de Deus que me foi dada, pus eu, como sábio arquiteto, o fundamento, e outro edifica sobre ele; mas veja cada um como edifica sobre ele.
Porque ninguém pode pôr outro fundamento além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo.
E, se alguém sobre este fundamento formar um edifício de ouro, prata, pedras preciosas, madeira, feno, palha,
A obra de cada um se manifestará; na verdade o dia a declarará, porque pelo fogo será descoberta; e o fogo provará qual seja a obra de cada um.
Se a obra que alguém edificou nessa parte permanecer, esse receberá galardão.
Se a obra de alguém se queimar, sofrerá detrimento; mas o tal será salvo, todavia como pelo fogo.” (1 Coríntios 3:8-15)

“Ora, sem fé é impossível agradar-lhe; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que Ele existe, e que é galardoador dos que o buscam.” (Hebreus 11:6)

Lembre-se, estamos falando de galardão (e não de salvação).
A salvação é pelo Sangue de Jesus, mas o galardão é pela nossa OBEDIÊNCIA. 😉

Que Deus os abençoe,
Sarah Sheeva
@SarahSheeva

Fontes das imagens:
Fonte da imagem http://portadoceupg.blogspot.com.br/2016/01/diferenca-entre-salvacao-e-galardao.html

https://www.facebook.com/desenhistaquepensa/

 

 

Não seja um “crente-humanista”

Fazer as coisas que queremos, e esperar que Deus abençoe é humanismo.
(Humanismo = Antropocentrismo: Ser humano no centro do universo: “O ser humano passou a ocupar o centro de interesse da sociedade, das artes e das ciências. Com isso, o ser humano tomou o lugar que antes era ocupado pela religião e, consequentemente, pela Igreja” – Fonte: Internet).
Deus vai abençoar o homem em tudo que o homem quer?
Não, Deus vai abençoar o que Ele quiser, o que for da vontade dEle.
A nossa vontade não pode ser “um deus”.
E a vontade de Deus é que precisa ser obedecida.
Se o que queremos é da vontade dEle, então ótimo, Ele vai abençoar!
Mas, se o que queremos é vontade nossa, da nossa carne, da nossa alma, do nosso vazio interior, ou até do diabo… então Deus não vai abençoar não.
E, se seguimos a nossa vontade, erramos.
As vezes, erramos em achar, pensar, acreditar, que Deus estava abençoando a nossa vontade. E o erro, se não for reconhecido, nunca será corrigido em nossas vidas!
“Ah, mas Deus perdoa esse erro… ou aquele erro…” 
Quem somos nós para dizer a maneira como Deus julgará a cada um?
Uma coisa sabemos, a Bíblia nos mostra (em várias situações) que a “barriga de peixe” de cada um na vida, é do tamanho da “dureza do coração” de cada um na vida.

Preparou, pois, o Senhor um grande peixe, para que tragasse a Jonas; e esteve Jonas três dias e três noites nas entranhas do peixe (barriga do peixe).” (Jonas 1.17)

“Este povo maligno, que recusa ouvir as minhas palavras, que caminha segundo dureza do seu coração, e anda após deuses alheios, para servi-los, e inclinar-se diante deles, será tal como este cinto, que para nada presta.” (Jeremias 13.10)

“Dizem continuamente aos que me desprezam: O Senhor disse: Paz tereis; e a qualquer que anda segundo a dureza do seu coração, dizem: Não virá mal sobre vós.” (Jeremias 23.17)

  “Eu também andei para com eles contrariamente, e os fiz entrar na terra dos seus inimigos; se então o seu coração incircunciso se humilhar, e então tomarem por bem o castigo da sua iniqüidade” (Levítico 26.41)

“E te lembrarás de todo o caminho, pelo qual o Senhor teu Deus te guiou no deserto estes quarenta anos, para te humilhar, e te provar, para saber o que estava no teu coração, se guardarias os seus mandamentos, ou não.
E te humilhou, e te deixou ter fome, e te sustentou com o maná, que tu não conheceste, nem teus pais o conheceram; para te dar a entender que o homem não viverá só de pão, mas de tudo o que sai da boca do Senhor viverá o homem. Nunca se envelheceu a tua roupa sobre ti, nem se inchou o teu pé nestes quarenta anos. Sabes, pois, no teu coração que, como um homem castiga a seu filho, assim te castiga o Senhor teu Deus.”  (Deuteronômio 8:2,3,4,5)

Cada um vive a luta que vai transformar seu próprio caráter.
E por que?
Porque Deus é o Pai que sabe educar melhor. Ele sabe tudo, Ele é Perfeito.
Não mudaremos a Deus (que é Perfeito).
Quem tem que mudar somos nós (que somos imperfeitos).
Ele tinha razão, Ele tem razão, e Ele sempre terá razão em tudo, para todo o sempre.
Todos nós prestaremos contas a Ele.
Então, como estão as coisas na sua vida?
Estás vivendo de acordo com a vontade dEle?
Que cada um sonde seu próprio coração e sua própria vida.
A escolha que o nosso irmão (ou nossa irmã) está fazendo, não é problema nosso, pois cada um dará conta de si mesmo diante de Deus.
Eu estou correndo atrás de ser fiel e de agradar a Deus diariamente, correndo atrás de OBEDECER… isso já é um desafio suficiente para me ocupar MUITO em todos os meus dias. Que cada um possa “correr atrás” também.
Queremos ajudar ao próximo?
Ou queremos julgar ao próximo?
Só podemos ajudar os outros se já somos livres.
Você é livre?
Ou você ainda serve ao mundo, ao humanismo (antropocentrismo), e as suas próprias vontades?
Como existem “crentes-humanistas” hoje em dia…
Eu mesma demorei muito para ser livre do “humanismo-gospel”, mas hoje eu sou livre!
Hoje, eu não sou uma crente-humanista, sou uma crente-teocentrista!
O crente-humanista coloca a sua própria felicidade na frente de Deus.
O crente-teocentrista coloca Deus na frente da sua própria felicidade.
A nossa felicidade não é mais importante do que obedecer e agradar a Deus.
Obedecer a Deus, fazer a vontade dEle, é mais importante que satisfazer as nossas vontades e a nossa felicidade.
Por que?
Porque aqui nessa dimensão da vida terrena tudo vai acabar rápido (já está acabando todos os dias…) porém, há uma eternidade que nos aguarda.
A eternidade é mais real do que a Terra (dimensão temporal).
A morte física (que leva para a eternidade) é bem real! Se você já perdeu alguém que você amava, sabe que é verdade.
A eternidade é real.
Na eternidade não haverá como escondermos de Deus SE realmente O obedecemos ou não. Ele saberá exatamente quem O obedeceu, e quem não O obedeceu.
É isso que importa gente.
É isso que importa.
Não importa o que os outros pensam.
Não importa o que acontecer “fora” da gente.
Importa o que está acontecendo “dentro” = importa se nós estamos obedecendo a Ele ou não.
Esse “lugar” dentro de nós (da obediência) não é visível para mais ninguém!
Somente para DEUS.
Só Deus sabe quem está sendo realmente fiel a vontade e ao comando dEle.
Vencer, é vencer POR DENTRO.
Ser livre, é ser livre POR DENTRO.
É tudo POR DENTRO.
O “passaporte” para a eternidade é POR DENTRO.
Temos que nos preocupar é com isso (com a nossa própria fidelidade a Deus).
Por que?
Porque não adianta ter aceitado a Cristo, estar frequentando uma Igreja, e ler a Bíblia… se POR DENTRO ainda existir o “humanismo-gospel” em você (do tipo):
“Deus tem o melhor PRA MIM… (o que eu quero que Ele faça)!”
“Eu quero o MEU milagre… (aquilo que EU determinei)”
“Eu quero a MINHA vitória… (a MINHA vontade realizada)”
“Minha oração move a mão de Deus… (Porque Deus fará o que EU QUERO)”

Aé crente? Então qual é a sua motivação?
Você quer fazer o que você quer, ou o que Deus quer?
Peça pra Ele te mostrar a verdadeira motivação que está dentro de você, porque se você não enxergar, não vai mudar!
E se não mudar, se não mudar… você vai fraquejar e lá na frente, vai cair.
Fazer o que você quer é o caminho para FRAQUEJAR.
Porém, rejeitar a sua vontade (e fazer a vontade de Deus) é (além de obediência) o caminho para SER FORTE.
Não importa o que os outros pensam.
Não importa o que acontecer “fora” de você.
Importa o que está acontecendo “dentro” = importa se você está obedecendo a Ele ou não.
Temos que nos preocupar é com isso.
Por que?
Porque muitos crentes, homens e mulheres que foram grandes nomes na história bíblica, grandes líderes (antigos e também atuais) que realizaram grandes feitos na Terra, um dia fraquejaram na motivação, amaram mais o mundo (e as suas vontades) do que a Deus, e assim caíram…
Caíram porque tiraram o foco da obediência, e colocaram o foco na própria felicidade…
Isso é humanismo (antropocentrismo = o homem no centro) e é contrário ao teocentrismo (Deus no centro de tudo).
Qual é a coisa mais importante da vida cristã?
Você ou Deus?
A sua vontade ou a vontade de Deus?
A coisa mais importante da vida cristã é: Fazer a vontade de Deus.
Porque, quem não fizer, quem não fizer irmãos… será BARRADO no céu!
Barrado! Não poderá entrar!
Quem disse isso?
Jesus Cristo disse isso em Mateus 7.21:

“Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! (meu Dono, meu Dono) entrará no reino dos céus (nem todo crente), mas (entrará) aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.”
(Mateus 7:21)

Jesus já deixou avisado e escrito pra ninguém reclamar quando acontecer de ser “barrado”.
Portanto, ninguém conseguirá “enganar” o “Porteiro celestial” e dar um jeito de “entrar” sem a Sua “autorização”. Ele saberá quem realmente O obedeceu, e quem não o obedeceu.
Não tem jeito. A PORTA É estreita:

“Porfiai por entrar pela porta estreita; porque eu vos digo que muitos procurarão entrar,
e não poderão. Quando o pai de família (Deus) se levantar e cerrar (fechar) a porta, e começardes, de fora, a bater à porta, dizendo: Senhor, Senhor (meu Dono, meu Dono), abre-nos; e, respondendo ele, vos disser: Não sei de onde vós sois; Então começareis a dizer: Temos comido e bebido na tua presença, e tu tens ensinado nas nossas ruas. E ele vos responderá: Digo-vos que não vos conheço nem sei de onde vós sois; apartai-vos de mim, vós todos os que praticais a iniqüidade. Ali haverá choro e ranger de dentes (inferno), quando virdes Abraão, e Isaque, e Jacó, e todos os profetas no reino de Deus, e vós (vocês forem) lançados fora (do reino de Deus). E virão do oriente, e do ocidente, e do norte, e do sul, e assentar-se-ão à mesa no reino de DeusE eis que derradeiros (últimos) há que serão os primeiros; e primeiros há que serão os derradeiros.” (Lucas 13:25-30)

Discordou?
Achou errado?
Então, infelizmente, você ainda é um crente-humanista.
Não sabe como deixar de ser humanista?
Quer deixar de ser um crente-humanista?

Veja: https://www.youtube.com/watch?v=Bbq2-2Uvvu4

Que Deus te conduza no caminho e na porta estreita,
Paz, Pastora Sarah Sheeva

Sonho que tive na primeira noite de 2016

Feliz 2016 a todos!
Quero aproveitar para compartilhar com vocês esse sonho espiritual que tive hoje, na primeira noite do ano, e que acredito que seja uma mensagem para todas as igrejas.
Compartilhem com os amigos.
Paz, Pastora Sarah Sheeva
01.01.2016

Link dos 2 textos citados aqui no vídeo:

1) http://blogsarahsheeva.com/2011/05/18/cada-show-um-culto-disfarado-3/
2) https://sarahsheeva.wordpress.com/2012/10/28/o-que-tem-tocado-ai-dentro-deste-templo/

 

 

Não vos associeis com aquele que, dizendo-se irmão… na verdade não é…

images (7)Há algum tempo tenho percebido que muitos irmãos (inclusive irmãos que são pastores) parecem fazer “vista grossa” para alguns comportamentos pecaminosos ou errados de algumas pessoas que frequentam suas igrejas. Digo parecem, porque não quero julgar suas intenções aqui, porém quero levantar esse questionamento e melhorar a compreensão de um texto que Paulo escreveu para os irmão da cidade de Corinto.
Será que devemos nos calar mediante o comportamento errado ou pecaminoso de pessoas que se dizem irmãos em Cristo (que se dizem convertidos) mas que na verdade não são convertidos??
Vejamos o que ele diz em 1 Coríntios 5:1-13 (com meus comentários entre parênteses):

1- “Geralmente se ouve que há entre vós fornicação (atos sexuais ilícitos, imoralidade sexual), e fornicação tal, que nem ainda entre os gentios se nomeia (imoralidade tal, que nem os ímpios conhecem), como é haver quem possua a mulher de seu pai (como por exemplo, um homem que fez sexo com a própria madrasta).
2- Estais ensoberbecidos, e nem ao menos vos entristecestes por não ter sido dentre vós tirado quem cometeu tal ação. (vocês estão tão cegos pela soberba, que nem ao menos se entristecem por não terem tirado do meio de vocês a pessoa que pratica esse tipo de coisa).
3- Eu, na verdade, ainda que ausente no corpo (físico), mas presente no espírito, já determinei (já decidi), como se estivesse presente, que o (homem) que tal ato praticou,
4- Em nome de nosso Senhor Jesus Cristo, juntos vós e o meu espírito (juntos, vocês e eu, como Igreja), pelo poder de nosso Senhor Jesus Cristo,
5- Seja, este tal (homem), entregue a Satanás para destruição da carne (corpo e alma), para que o espírito (espírito humano dele) seja salvo no dia do Senhor Jesus (no dia do julgamento).
6- Não é boa a vossa jactância (não é boa essa soberba de vocês). Não sabeis que um pouco de fermento faz levedar toda a massa? (vocês não sabem que uma pessoa que faz isso pode contaminar a todos?)
7- Alimpai-vos, pois, do fermento velho (se limpem das velhas práticas do pecado), para que sejais uma nova massa (uma nova pessoa), assim como estais sem fermento. Porque Cristo, nossa páscoa, foi sacrificado por nós (porque Cristo já levou o pecado, não peguem o pecado de volta!).
8- Por isso façamos a festa (vamos viver a vida), não com o fermento velho, nem com o fermento da maldade e da malícia, mas com os ázimos (pães sem fermento) da sinceridade e da verdade. (Porque na páscoa judaica se come pão ázimo, que é o pão sem fermento)
9- Já por carta vos tenho escrito, que não vos associeis com os que se prostituem (já enviei carta a vocês dizendo que não se relacionem com pessoas que se vendem ao pecado sexual);
10- Isto não quer dizer absolutamente com os devassos deste mundo (isso não quer dizer que vocês não devam se relacionar com as pessoas pecadoras desse mundo, que não devam ter contato com elas), ou com os avarentos, ou com os roubadores, ou com os idólatras; porque então vos seria necessário sair do mundo (porque se fosse assim, para não ter contato com essas pessoas, seria necessário vocês saírem do mundo! Porque o mundo anda em pecado mesmo! A maioria das pessoas está na ignorância do pecado).
11- Mas agora vos escrevi que não vos associeis (que não se relacionem) com aquele que, dizendo-se irmão (dizendo-se crente), for devasso, ou avarento, ou idólatra, ou maldizente, ou beberrão, ou roubador; com o tal (com essa pessoa) nem ainda comais (nem se assente para comer!).
12- Porque, que tenho eu em julgar também os que estão de fora? (Porque eu tenho que julgar os ímpios? O povo do mundão?) Não julgais vós os que estão dentro? (Vocês não julgam os que estão dentro da Igreja??)
13- Mas Deus julga os que estão de fora (da Igreja). Tirai pois dentre vós a esse iníquo. (tirem da Igreja e do meio de vocês esse homem que pratica essa iniquidade)

As palavras de Paulo eram fortes, ele primava pela santidade, organização e proteção da Igreja.
Ser “irmão” (na ótica de Paulo) ia muito além de se dizer “cristão”, no verso 11 podemos ver que ele considerava que “irmão” era aquele que se identificava com a vida de renúncia aos pecados (aquele que abriu mão do “fermento velho”). Ele ainda disse que, pior que se relacionar diariamente com os devassos do mundo (que não são convertidos, que não conhecem o nosso Senhor Jesus), é ter que se relacionar com aqueles que se dizem crentes, mas na verdade, não são. Ou com aqueles que se dizem libertos do pecado, mas na verdade, não são. OU com aqueles que dizem amar o Senhor Jesus, mas na verdade, amam muito mais o mundo e as coisas do mundo (o fermento velho) do que o Senhor Jesus. Paulo nos aconselha a não termos nem comunhão com essas pessoas (nem mesmo sentar pra comer junto com essas pessoas). Isso é muito sério.
Sabemos que no contexto desse texto, Paulo estava tratando de um caso específico, de um homem que se relacionava sexualmente com a mulher do próprio pai, e percebemos que Paulo não “incrimina” a mulher em nenhum momento, mas somente o homem… Porque?
Porque naquela época, a cultura não dava direitos à mulher, nem acesso ao ensino, nem acesso ao conhecimento, só o homem podia estudar, ter conhecimento, ser sábio, etc, só o homem podia falar em público, e só o homem era considerado líder de qualquer coisa… e por isso, naquela cultura o homem era responsável sobre tudo, mesmo naquele caso sendo a mulher madrasta desse homem, e consentindo com a prática do pecado, praticando o pecado junto com ele, mesmo ela sendo adúltera e traindo o marido com o próprio enteado, só o homem é mencionado como responsável! (Particularmente, eu acho incrível como Paulo protegia a mulher).
Mas voltando ao verso 11, Paulo diz para não termos nenhum tipo de comunhão com pessoas que, conhecendo a Verdade, ou seja, dizendo que são crentes e convertidos, continuam em pecados graves como:
– Prostituição (pecados sexuais, imoralidade sexual)
– Devassidão (corrupção)
– Avaro (avarento = aquele que tem apego ao dinheiro = preso ao espírito maligno do mamom)
– Idolatria (adoração a ídolos, que podem ser objetos, coisas, lugares, ou pessoas)
– Maldizente (difamador)
– Beberrão (que preenche o vazio da alma com vícios como bebidas, drogas, etc)
– Roubador (ladrão, pessoa que pega o que não lhe pertence)
E porque Paulo diz para nós nem mesmo nos sentarmos para comer com pessoas que vivem nessas práticas?
Porque a hipocrisia (a falsidade) pode se tornar contagiosa!
V.6: “…Não sabeis que um pouco de fermento faz levedar toda a massa?”
Ou seja: “Não sabeis que uma pessoa que se diz irmão, mas anda na prática do pecado, pode levar todos os outros a se tornarem como ele?”
Muito ignoram essa verdade, e fazem isso com a “desculpa” de que estão ajudando a pessoa a “sair daquela situação”, porém, em muitos casos, vemos que a pessoa em questão NÃO QUER SAIR da situação que vive.
E nesse caso, Paulo nos aconselha a “largar mão”, deixar que a pessoa prossiga seu caminho longe daqueles que querem obedecer a Deus (versos 2 a 6), porque se essa pessoa continuar perto, poderá prejudicar a todos.
Isso é Bíblia. O conceito de “não se misturar com quem sabe o que é errado, e mesmo assim pratica” não é um conceito meu, ou de qualquer outra pessoa, é um conceito bíblico, e em minha opinião, é super coerente com outras coisas que vemos a Palavra dizer.
Mas Deus, não tendo em conta os tempos da ignorância, anuncia agora a todos os homens, e em todo o lugar, que se arrependam;” (Atos 17.30)
Deus não leva em conta o tempo em que éramos ignorantes sobre a Verdade. Mas Ele leva em consideração o tempo do conhecimento. Por isso as palavras de Paulo sobre a importância em “não nos associarmos” a pessoas que, dizendo-se irmãs e irmãos, na verdade não são!
De fato é um alerta a todos nós sobre o perigo que é, o perigo que é quando nós (pastores) permitimos que uma pessoa que não muda (apesar de conhecer a Verdade) continue convivendo conosco na comunidade da Igreja como se nada estivesse acontecendo!
De fato isso é hipocrisia (falsidade)!
É fingimento!
Se permitirmos isso, estaremos fingindo que está tudo bem, quando na verdade, não está! Deus não se agrada de fingirmos que as coisas estão bem, quando elas não estão.
Mas Deus se agrada da sinceridade!
Não estou dizendo com isso que devemos sair por aí anunciando todas as nossas lutas e nossos problemas pessoais a TODAS as pessoas, não é isso! O que estou dizendo é que, em nosso meio, Igreja, Congregação, Família, Comunidade, não podemos viver cheios de MÁSCARAS, fingindo estarmos, fingindo vivermos, ou fingindo sermos aquilo que ainda não somos.
Se ainda não somos livres, precisamos ter uma postura de confissão, de busca, de desespero pela libertação!
Se ainda estamos vendo que uma ovelha está na lama do pecado, precisamos ter uma postura de ajudar, de oferecer tratamento, libertação, e principalmente: CONFRONTO.
Sem confronto não há mudança. O confronto é o que revela o caráter, ele revela se a pessoa possui bom caráter, ou mau caráter. A maneira como a pessoa reage ao confronto (tendo mudança ou não tendo após ele) é o que revela seu caráter. Mesmo que a pessoa não goste do confronto (porque gostar, ninguém gosta) quando a pessoa tem bom caráter, ela/ele mesmo sem gostar, recebe, ouve, aceita, e por isso, muda.
Se vemos pessoas pecando deliberadamente em nosso meio, nós pastores não devemos fazer “vista grossa”, ou jogar “panos quentes”, fingindo que o pecado não existe. Pelo contrário, o caminho certo é comunicar, primeiro com a pessoa, e depois com toda a liderança, trazer para o conhecimento daqueles que podem tomar providências em ajudar aqueles que desejam ajuda, ou retirar de nosso meio aqueles que desejam viver de maneira contrária a obediência a Deus que nós vivemos. Não devemos permitir que o “pouco de fermento levede toda a massa”.
Veja o que diz em Tiago 4.8-10 sobre como devemos nos comportar quando as coisas não estão bem:

“Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós
 (busque a Deus, e Ele virá). Alimpai as mãos, pecadores (largue o pecado); e, vós de duplo ânimo (vontades dúbias, vontades que mudam toda hora), purificai os corações (purifique a origem de suas vontades)Senti as vossas misérias, e lamentai e chorai (entre em contato com as coisas erradas que você tem feito, com as suas “podridões”); converta-se o vosso riso em pranto, e o vosso gozo em tristeza (pare de rir, pare de se alegrar, mas se entristeça por causa dessas coisas). Humilhai-vos perante o Senhor, e ele vos exaltará.”

Tiago estava dizendo para a pessoa ser humilhe perante Deus, assumir seus pecados e o quanto eles são podres, e o quanto a pessoa não é capaz de se livrar deles sozinho, e então, Deus dará a vitória! Porque o poder de Deus se aperfeiçoa em nossas fraquezas.
Quando reconhecemos que somos fracos, Deus nos torna fortes!
Quando reconhecemos que precisamos do Senhor, Ele vem!
Na verdade, tudo que nos acontece e tudo que vivemos, no final das contas, é entre nós e o Senhor! Mais ninguém.
Mas isso não tira de nós (pastores, líderes, e Igreja) a responsabilidade de proteger os novos da fé, e a família de Deus (a Igreja). Precisamos evitar que o “fermento velho”, aqueles que querem continuar no pecado, permaneçam em nosso meio, e levedem toda a massa (arruinem toda a Igreja). Precisamos estar dispostos a perdermos pessoas que não querem mudança, mesmo que isso signifique que com a perda deles perderemos bons contribuintes, boas ofertas, e bons dízimos. Os valores espirituais de santidade precisam ser mais importantes que os valores materiais. Precisamos priorizar a qualidade do caráter das pessoas que estão dentro de nossas igrejas, e não a quantidade de pessoas.
Por isso: “Não vos associeis com aquele que, dizendo-se irmão… na verdade não é…”
Não vamos nos assentar na roda dos escarnecedores de Deus, daqueles que tem zombado da santidade de Deus. Como alguns tem zombado?
Vivendo em pecado mesmo depois de saberem que o pecado pertence a satanás, e dizendo que estão “salvos”, que nada os acometerá porque “são salvos”… como se Deus não visse… como se Deus fosse bobo…
Isso é de fato zombaria à santidade de Deus.
Tenhamos temor Igreja!

“Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores.” (Salmos 1:1)

1 Pedro 1.14-19:
“Como filhos obedientes, não vos conformando com as concupiscências que antes havia em vossa ignorância;
Mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver;
Porquanto está escrito: Sede santos, porque eu sou santo. E, se invocais por Pai aquele que, sem acepção de pessoas, julga segundo a obra de cada um, andai em temor, durante o tempo da vossa peregrinação,
Sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que por tradição recebestes dos vossos pais, Mas com o precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro imaculado e incontaminado…”

Que o Senhor nos ajude a sermos fiéis a Ele, mesmo que isso implique em perdas nessa dimensão.
Pra. Sarah Sheeva
25.06.15

Respondendo a uma pergunta: Como você vê a devoção a Maria?

Jesus Cristo ressuscitou e hoje vive!
Jesus Cristo ressuscitou e hoje vive!

A Fernanda me mandou o seguinte:
Querida Pastora Sarah, boa noite, hoje conversei muito com uma amiga católica que esteve em Mendigore, um lugar onde ocorrem recorrentes “aparições de Maria”. Sou evangélica, e fiquei intrigada, porque em seu congresso de santificação aqui em campinas você mencionou a sua admiração por Maria. Em seu ponto de vista, como podemos entender essas aparições de Mendigore?? Como a senhora vê a devoção por Maria?? Aguardo…

Resposta:
Fernanda, é com muita alegria que respondo sua pergunta.
Devemos amar Maria, mas não devemos adorar (prestar culto, adoração a) Maria. E isso porque Maria não é a encarnação de Deus, e sim Jesus Cristo é.
Maria foi uma mulher MUITO especial e obediente a Deus, porém ela não morreu na cruz por nós, e não ressuscitou dos mortos (como Jesus). Portando, ela não é Deus.
Mas ela foi uma grande Serva de Deus, e com certeza está em um lugar muito especial no céu.
Agora, sobre as supostas aparições, temos que tomar muito cuidado.
Porque?
Porque o mundo espiritual das trevas é astuto, e sabe se disfarçar muito bem (2 Cor 11.14).
Na Bíblia podemos ver que Deus proíbe a comunicação entre nós e os mortos (Dt 18.11), e que Ele faz isso porque não há como os mortos voltarem do além para se comunicarem conosco (Hb 9.27).
Veja:

Deuteronômio 18:10-14
“Entre ti não se achará quem faça passar pelo fogo a seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro;
Nem encantador, nem quem consulte a um espírito adivinhador, nem mágico, nem quem consulte os MORTOS;
Pois todo aquele que faz tal coisa é abominação ao Senhor; e por estas abominações o Senhor teu Deus os lança fora de diante de ti.
Perfeito serás, como o Senhor teu Deus.
Porque estas nações, que hás de possuir, ouvem os prognosticadores e os adivinhadores; porém a ti o Senhor teu Deus não permitiu tal coisa.”

Isso significa que Deus abomina tal coisa.
Portanto, não se iluda.
Pense, depois de tudo que Maria passou quando viveu aqui, depois de todo sofrimento que ela teve que enfrentar, depois de tudo que ela obedeceu a Deus, foi fiel a Ele… com certeza o Senhor a recebeu com festa no céu e com honras, pois Ele é galardoador (Hebreus 11.6), e com certeza hoje ela (Maria) está em um lugar maravilhoso, e não fica “voltando pra cá” para essa “dimensão”, ela não fica perambulando aqui como se fosse uma “alma penada” não, ela está em um lugar muito bom e não tem nenhuma comunicação conosco aqui nessa Terra.
Deus é Bom!
Ele não faria isso com uma mulher tão especial, que cumpriu seu chamado na Terra com tanto sofrimento.
Deus não faria isso com Maria, pelo contrário, com certeza Ele a recompensou com descanso e Paz.
Sobre essas tais “aparições”, geralmente são, na verdade, manifestações de espíritos malignos que se tornam visíveis, e se disfarçam de imagem feminina, dizendo serem a Maria ou a nossa senhora… mas se acontecer o seguinte, se na hora que um espírito desses “aparecer”, tiver ali algum crente/cristão cheio do Espírito Santo, e esse crente disser ao tal espírito:
“Confesse que Jesus Cristo veio em carne!”
(1 João 4.2: “Nisto conhecereis o Espírito de Deus: Todo o espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne é de Deus;”)
Aí querida, aí quem tiver perto verá a verdade.
Porque até hoje, nenhum desses espíritos conseguiu confessar.
Portanto, respondendo a sua pergunta, essa é a forma como eu vejo e creio.
Continuo amando Maria, pois ela quando viveu aqui na Terra foi uma grande benção para nós em aceitar sua grandiosa missão, porém, não presto adoração a ela, nem a ninguém que tenha morrido, pois é ordem de Deus não fazermos isso.
A minha adoração é somente ao Senhor Jesus, que morreu, ressuscitou, hoje está VIVO! E Reina eternamente!

Termino essa resposta com a linda oração que Maria fez ao Senhor, reconhecendo que Jesus é o Salvador dela, e que ela seria a mulher mais bem aventurada da humanidade por ter essa grande honra de carregar o Filho de Deus!
Lucas capítulo 1:
46- “Disse então Maria: A minha alma engrandece ao Senhor,
47- E o meu espírito se alegra em Deus meu Salvador;
48- Porque atentou na baixeza de sua serva; Pois eis que desde agora todas as gerações me chamarão bem-aventurada,
49- Porque me fez grandes coisas o Poderoso; E santo é seu nome.
50- E a sua misericórdia é de geração em geração Sobre os que o temem.
51- Com o seu braço agiu valorosamente; Dissipou os soberbos no pensamento de seus corações.
52- Depôs dos tronos os poderosos, E elevou os humildes.
53- Encheu de bens os famintos, E despediu vazios os ricos.
54- Auxiliou a Israel seu servo, Recordando-se da sua misericórdia;
55- Como falou a nossos pais, Para com Abraão e a sua posteridade, para sempre.”

Que Deus te abençoe,
Paz! Sarah Sheeva
02.12.14

A Bíblia (Palavra de Deus) precisa ser mais forte em nossas vidas do que as experiências pessoais e emoções...
A Bíblia (Palavra de Deus) precisa ser mais forte em nossas vidas do que as experiências pessoais e emoções…

 

O que é mais importante: O Talento ou a Santidade?

verdade_mentira

O QUE É MAIS IMPORTANTE: TALENTO OU SANTIDADE?

Você acredita em tudo que os outros falam? Ou você procura averiguar as informações antes de acreditar? Você acredita em tudo que lê na internet? Você forma sua opinião a partir daí? Ou procura saber mais antes de julgar?
Tenho visto na internet muitos irmãos acreditando em fofocas, mentiras e difamações que são jogadas nas redes sociais contra servos e servas de Deus, vejo muitos que se dizem crentes ajudando a espalhar fofocas, criticando homens (e mulheres) de Deus sérios, pessoas que andam de forma reta, que vivem uma vida de renúncia  e retidão na Palavra de Deus. E porque criticam? Muitos criticam simplesmente por que são ingênuos e acreditam em tudo que leem e ouvem, e outros porque não conhecem de fato a vida e trabalho dessas pessoas. Porém não devemos acreditar em tudo de cara, devemos ouvir sempre os “dois lados” da história, e observar os frutos na vida das pessoas ANTES de abrirmos a nossa boca para falarmos delas, ou seja, antes de julgar.
Julgar é totalmente diferente de constatar. Julgar significa: pensar sem saber, falar sem saber, e até agir contra alguém sem saber dos fatos, baseado em algo que “ouvimos falar”.
Já o ato da “constatação” é o contrário do ato de “julgar”. Por exemplo, quando julgamos, estamos baseados naquilo que “achamos”, pensamos, acreditamos, mas não temos provas. Porém, quando constatamos, estamos baseados em fatos, evidências.

POR OUTRO LADO, também tenho visto um comportamento totalmente incoerente da parte de muitos, como por exemplo, a cegueira relativa à santidade que o Altar de Deus querer de nós!
A santidade parece estar em segundo plano para alguns que se dizem cristãos, e o talento e o carisma pessoal parecem ser mais importantes para esses.
Hoje em dia estão surgindo muitos “artistas gospel” (nada pessoal contra eles, porém é importante observar o perigo da desvalorização da santidade, e a supervalorização do talento em seu lugar). Muitos, por serem carismáticos, simpáticos, cantarem bem, terem músicas “legais” e animarem o “público gospel”, acabam “conquistando o público” evangélico. Porém queridos, muitas vezes esses “artistas” (apesar de terem boas intenções) podem ser pessoas que ainda não tem um testemunho genuíno, que ainda não tem FRUTOS de arrependimento, que ainda não são libertos, mas que estão em pleno processo de libertação… Ou então, simplesmente ainda não tem maturidade para compreender que seus talentos não são a coisa mais importante (e sim a santidade e a obediência). Podem ser boas pessoas, podem até ter a intenção de obedecer, mas ainda não andam em um caminho reto, e por isso ainda não tem maturidade para subir no Altar.
Porque?
Porque algumas pessoas (apesar de terem aceitado a Cristo, e apesar de terem muito talento para determinadas artes) ainda não tem maturidade para subirem no altar para ministrar??
Porque ainda AMAM O MUNDO!
O Altar não é um “palco” para dar show gospel, o Altar é a linha de frente da batalha espiritual! Para estar no Altar é preciso ser um crente maduro, e ter um testemunho de “morte” pro mundão.
Muitos desses artistas gospel são pessoas “usadas” por Deus (como qualquer outra pessoa pode ser usada) mas será que ser usado por Deus significa estar sendo APROVADO por Deus?
A Igreja se esquece que Deus usa quem Ele quer, e usa até pessoas em PECADO! Ser usado NÃO SIGNIFICA SER APROVADO.
Leia o texto: ser usado X ser aprovado: https://sarahsheeva.wordpress.com/2010/04/16/ser-usado-por-deus-no-significa-ser-a-aprovado-por-deus/

Então, apesar de muitos AINDA não terem condições espirituais para estarem no Altar de Deus, alguém os colocou nos púlpitos e nas grandes gravadoras “gospel” e os IMPULSIONOU a fama! Eles ainda não tem uma vida exemplar, ainda não tem maturidade, Porém estão nos ALTARES dos congressos e nos púlpitos das igrejas fazendo o “maior sucesso”!
São muitos que “cativaram” o público evangélico/católico/cristão brasileiro…
Porém, isso pode ser puro entretenimento-gospel, o que eu chamo de “espírito de bobo-da-côrte”, onde as pessoas só querem se divertir, não importa QUEM as diverte… não importa o CARÁTER de quem está cantando ou animando a platéia, não importa como é a vida da pessoa, nem o testemunho dessa pessoa que as diverte… Só importa o divertimento! Só importa o prazer que essas pessoas estão produzindo nos crentes!
É isso mesmo que estamos fazendo com os altares das igrejas???
Estamos fazendo o Altar se tornar um lugar de entretenimento, cheio de “fogo estranho”?!?
O Altar precisa ser um lugar SANTO de adoração a Deus!!!

Por muito tempo não vi ninguém “falando mal” de alguns “artistas” que pareciam estar na obra de Deus somente POR DINHEIRO (e não por amor a Jesus). Mas muitas vezes vi os próprios crentes falando mal de quem faz a obra por amor, de quem não cobra, de quem tem uma vida reta diante de Deus… só porque essas pessoas PREGAM A CRUZ e ensinam a RENÚNCIA!
O que está acontecendo Igreja? Já não basta o MUNDÃO nos perseguir?
Nós vamos perseguir a nós mesmos? A casa vai se dividir contra si mesma? (Marcos 3.25)
Meu Deus! A Igreja está tomada de inveja e competição ministerial?! Acorda povo! Acordem pastores!
Vejam que ministros santos e servos estão sendo maltratados, desonrados e substituídos pelo CARISMA humano, trocados, deixados de lado, porque não possuem tanto “talento” como outros que, apesar de não terem uma vida santa, possuem muito mais TALENTO e carisma… e por causa do TALENTO são mais valorizados dentro das igrejas pelas próprias lideranças!
A QUANTIDADE de pessoas (dentro de uma igreja, dentro de um evento) tem tomado o lugar da QUALIDADE das pessoas que ali estão. A qualidade (nesse caso) significa a condição do coração, a motivação. O que é mais importante para essas pessoas? O talento, o prazer, a diversão… ou a santidade??
Muitos pastores estão abrindo mão te ter um ministério de louvor SANTO no Altar, para terem um ministério de louvor com “PROFISSIONAIS” e talentos sem nenhuma santidade no Altar!!! Isso é um FATO em muitos, MUITOS LUGARES hoje em dia. Um fato triste sim, porém verdadeiro, e portanto, precisamos denunciar e lutar contra a proliferação disso.
Estamos vivendo esse tempo terrível, onde dentro da IGREJA o TALENTO é considerado mais importante (e mais valioso) que a VIDA DE SANTIDADE de um ministro de Deus!
Onde vamos parar?

539335_358605994218875_1189664592_n

O Brasil está precisando LER MAIS A BÍBLIA e… se comunicar mais, se comunicar melhor: aprender a conhecer a vida das pessoas melhor. Precisamos aprender a priorizar a SANTIDADE, e não os TALENTOS HUMANOS. Precisamos aprender a passar a informação verdadeira para as pessoas…
E a primeira “INFORMAÇÃO” que a Igreja brasileira precisa PRIORIZAR, é o TESTEMUNHO de vida das pessoas.
Testemunho não é talento gente, testemunho é a vida diária da pessoa, as coisas que a pessoa renunciou por Cristo, a mudança nas vontades da pessoa, a capacidade de se submeter a sua liderança, e a capacidade de negar-se a si mesmo para obedecer a Deus… Isso é o FRUTO na vida das pessoas, isso REVELA quem são as pessoas.

Por isso, pare de acreditar em tudo que postam nas redes sociais por aí. Pare de dar ouvidos (e olhos) a sites de fofocas gospel, onde a maioria das notícias é falsa ou tendenciosa, e onde por trás de um texto ou postagem, há uma pessoa ex-crente, que odeia a Igreja, que está ferida/ferido, e até mesmo endemoniado.
Antes de acreditar, antes de “compartilhar” no Facebook, vá atrás do testemunho de vida do ministro, da ministra de Deus… vá atrás das testemunhas que convivem com esses ministros (que são alvo de tanto falatório). Vá atrás de ler (e ver) o que dizem esses ministros que são chamados até de “hereges”… veja e ouça aqueles que convivem com eles, e não os que só falam mal sem conhecer.

E da mesma forma, antes de comprar um CD de algum “artista gospel”, ou antes de convidar uma pessoa para subir no altar da sua igreja, vá atrás do testemunho de vida, procure ver os frutos da vida dessa pessoa, e não se deixe levar pela “moda-gospel”, ou por aquilo que está fazendo “sucesso”… mas verifique antes de abrir seu coração para receber de alguém cuja vida você ainda não conhece.
O caráter sempre aparece. O tempo dirá a todos, porque VEREMOS QUEM vai PERMANECER firme no caminho de retidão da Palavra… E quem não vai.
Os que permanecerem firmes vão se destacar no meio do “joio”.  O tempo revelará.
Que Deus os abençoe,
Sarah Sheeva
10.07.14

mentiras