Publicado por: Sarah Sheeva | 30/01/2010

O Que é a Ingratidão?

 

O Que É a Ingratidão?

Eu estava pensando sobre a ingratidão…

Ser ingrato tem a ver com ser humanista, porque o humanista atribui suas vitórias a ele mesmo, e não a Deus. O ingrato não reconhece que, sem Deus, ele(ela) talvez não estivesse nem vivo.
A ingratidão também tem a ver com idolatria. Geralmente as pessoas ingratas tem dois comportamentos extremos: “amam” a ponto de idolatrarem a pessoa “amada”, e quando descobrem os defeitos (naturais) da pessoa, passam a desprezar e se tornam totalmente ingratos.
O ingrato esquece com muita facilidade… não as coisas ruins, mas esquece as coisas boas que fizeram por ele(ela).
O ingrato vive no “seu mundo”, busca apenas os seus próprios interesses. É um tipo de pessoa que se torna cega (cego) para o amor (e doação) de quem está ao lado.
Outra característica da personalidade do ingrato é a desobediência que leva a rebeldia… e a infidelidade.
Como o ingrato acha que sabe das coisas, ele (ela) não ouve a mais ninguém, não aceita conselho de ninguém, não considera ninguém capaz de liderá-lo(a) ou de aconselha-lo(a), o ingrato finge aceitar, mas na verdade, ele(a) não aceita se submeter a autoridade, porque ele(a) realmente acredita que sabe o que é bom para si.
A ingratidão também tem a ver com a “falta de educação”. Podemos ser “treinados” desde a infância a ter um comportamento grato, isso ocorre no processo de educação de uma criança. Quando ensinamos uma criança a dizer “obrigado” para as pessoas que lhe servem, ou lhe ajudam, estamos lhe ensinando a ser grata(o). Isso faz parte da educação.
Mas não é apenas a educação, a “etiqueta”, o “protocolo”, o “ser formal”, que gera a gratidão. A gratidão tem que partir do nosso coração, e não apenas ser da boca para fora.
Quem está ao lado (convive) com o ingrato(a) sempre sofre.

O único que não sofreu quando conviveu com um ingrato foi Jesus.
Judas é o perfeito estereótipo do “ingrato”, ele foi salvo por Jesus, amado, cuidado pelo Mestre (que mesmo sabendo que Judas era um ingrato, lavou seus pés)… mas (Judas) não reconheceu, ele foi ingrato, infiel e traidor.
Mesmo assim, Jesus nunca o rejeitou…
Jesus tinha uma (entre muitas) característica: Ele não se iludia em relação as pessoas… Ele não gerava expectativas. Ele não fantasiava ou idolatrava.
Ele ama sem se iludir.
É por isso que Jesus não sofreu quando Judas o traiu, porque ele já sabia quem era Judas, Ele já tinha visto a ingratidão no coração de Judas. Jesus sabia que não podia esperar nada dele, a não ser traição e ingratidão.
Jesus não se decepcionou com Judas, pelo contrário, Ele se preparou para ser traído. Ele já sabia com que tipo de pessoa estava lidando.
É claro que Jesus se entristeceu com a decisão de Judas, pois Jesus o amava, mas Ele não se deixou iludir, Ele não gerou expectativas.
A ilusão fere muito, isso acontece porque quando ela cai, tudo que foi fundado sobre ela, cai junto.
Isso serve para todas as áreas das nossas vidas, mas principalmente para os relacionamentos.
Muitos “Judas” vão aparecer nas nossas vidas… faz parte. Mas nós teremos que aprender a lidar com cada um “deles”, e não deixar que eles destruam a nossa capacidade de amar e de acreditar no amor verdadeiro (e na mudança das pessoas).
A verdadeira gratidão está ligada ao exercício de “se ver”.
Ela “brota”daí.
Observe, quando nos enxergamos, quando honestamente “nos vemos”, e, (sem medo da rejeição) percebemos quantas pessoas nos amam e não nos deixaram (mesmo sabendo de todos os nossos defeitos…) nasce em nosso coração uma profunda gratidão.
Nós, seres humanos, somos assim: Quando percebemos as nossas limitações (quando nos enxergamos), temos medo que os outros também percebam (enxerguem) e nos rejeitem por causa delas.
Por isso, tentamos esconder das pessoas os nossos defeitos a todo custo. Mas isso não adianta.
Mais cedo ou mais tarde, as nossas limitações e defeitos (principalmente aqueles que tentamos a todo custo esconder das pessoas) vão aparecer.
Isso vai acontecer sem querer, na hora da raiva, do nervosismo… sem querer acaba aparecendo pra todo mundo.
Isso de certa forma é bom, porque é nessa hora que saberemos a verdade sobre as pessoas ao nosso redor, é nessa hora que conheceremos o caráter de cada um que nos cerca, porque, se ao ver os seus defeitos, uma pessoa te abandonar, ela(e) está mostrando que não te ama de verdade, ou que não está disposta a te amar e te aceitar como você é.
Por isso, mesmo que tenhamos medo da rejeição, é melhor vencermos esse medo, e deixar que as pessoas nos conheçam de verdade. Assim diminuímos o risco de decepcionar e de sermos decepcionados.

Realmente dói muito a rejeição, mas dói bem menos quando não criamos raízes, quando ainda estamos no começo de um relacionamento… por isso temos que ser “o mais transparente possível” com as pessoas, para não geramos expectativas falsas e infundadas (defraudações).
Eu te garanto que a ingratidão dói muito mais que a rejeição (falo por experiência própria, pois já senti das duas), porque a ingratidão é a rejeição ”concentrada”, ou seja, podemos passar por uma rejeição, e não “rolar” ingratidão junto… mas sempre que rolar ingratidão, junto dela haverá rejeição. É sempre assim, porque o próprio ato de ser ingrato, é um ato de rejeitar.
É por isso que dói tanto quando alguém a quem nos dedicamos, se torna ingrato(a), age com ingratidão conosco, porque nos sentimos profundamente rejeitados e “des-amados”.

Para mim, é um desafio lidar com a ingratidão de um modo geral, mas principalmente com as pessoas ingratas, aquelas que tem essa “natureza”. Acho que isso acontece porque sou grata… Tenho gratidão em meu coração… e por isso, acabo por gerar uma expectativa nas pessoas ao meu redor… não é fácil.
O que tenho aprendido com o Senhor todos os dias da minha vida é o seguinte:
Faça para Ele.
Faça para Jesus.
Ele não tem um coração ingrato, sabe porquê?
Porque Ele não te rejeita.
Jesus conhece a nossa motivação… Ele sabe quando agimos com amor, com zelo, com cuidado…
Ainda que as pessoas ao nosso redor nos “interpretem” errado, Jesus não. Ele sempre sabe “ler” a verdade em nossos corações.
Tenha um coração grato.
Exercite isso.
Comece hoje a exercitar:
Agradeça em primeiro lugar ao Senhor, que te criou, que te formou, agradeça por você estar vivo(a)… agradeça até pelas lutas, porque elas são “professores” que nos ensinam o valor da vida.
Mas agradeça também as pessoas… aos seus pais que te criaram, mesmo que tenham falhado, as pessoas que te criaram fizeram alguma coisa por você… mesmo que seja pouco… foi o que eles sabiam, foi o “melhor” deles… por isso seja grato(a) a cada um deles. Diga a eles “obrigado(a) por tudo que você fez por mim”.
Agradeça também as coisas simples do dia a dia: o cobrador do ônibus, a faxineira do seu trabalho, a pessoa que te serviu na lanchonete, a atendente do balcão de alguma loja… seja grato(a)…
“Mas Sarah, e se eu for grato(a), educado(a) com as pessoas, e elas não retribuírem? O que fazer?”
A resposta é:
Faça para Jesus. Não faça esperando que as pessoas te devolvam… faça sabendo que Deus está vendo cada atitude sua, em cada minuto do seu dia.
Ele te devolverá.
Ele é justo e fiel, e nunca vai deixar passar desapercebido uma atitude boa e correta que façamos, mesmo que demore (aos nossos olhos) para ter “retorno”, tudo, absolutamente tudo que “plantarmos” nós vamos “colher”.

Mateus 7:12
“Tudo quanto, pois, quereis que os homens vos façam, assim
fazei-o vós também a eles; porque esta é a Lei e os Profetas.”

Faça para os outros o que você quer que façam a você.
Você verá como Deus é justo. E como a Palavra dEle não falha.

Que Deus te abençoe,
Missionária Sarah Sheeva
30/01/2010

About these ads

Responses

  1. Olá Sarah

    A ingratidão é um grande perigo que ronda a vida dos crentes.
    Fruto de uma insatisfação constante com as coisas que já alcançamos e recebemos.
    A Bíblia nos ensina que em tudo devemos dar graças: “Em tudo, dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco.” (1Ts.5:18)
    No texto encontramos uma cena interessante e até mesmo familiar de cura.
    Pessoas doentes, alijadas da sociedade que encontram com Jesus e são restauradas, mas uma olhada mais acurada nos revela outra realidade também exposta pela Palavra: A Ingratidão de 90% dos que receberam a cura e o milagre de Jesus.
    Eu já sofri com a ingratidão sempre das pessoas, mais sempre tive um coração grato. E cheguei à conclusão que temos que saber ser gratos sim sem esperar receber a gratidão do próximo procuro fazer a minha parte e não me machuco mais com isso e sou grata em primeiro ao Senhor Jesus por todas as maravilhas que Ele tem operado a nosso favor.
    Aprendi abrir os meus olhos e consegui ver a mão de Deus em tudo o que eu tenho.
    E você foi um canal para eu abrir os meus olhos, quando te pedi um conselho lembra?
    Obrigada amada por isso.
    Deus te abençoe.

    • Boa tarde Sarah

      Sábias palavras sobre a ingratidão.
      Eu sou kardecista, e, as colocações feitas por ti, tem todo fundamento cristão, que também acredito.
      Muitas vezes creditamos atitudes de ingratidão as pessoas, mas que refletem na realidade nosso orgulho, pois esperamos ver reconhecidas nossas atitudes benéficas, e quando isto não acontece, nos melindramos.
      E o que é o melindre, do que o orgulho disfarçado?
      Agradeço pelas suas palavras, que nos ajudam entender o estágio que estamos de evolução espiritual, do qual Jesus, é nosso mestre e amigo, guia e protetor.
      Deus continue te abençoando.

  2. Amém!!
    O segredo é fazer para o Senhor! Não esperando receber recompensas dos homens, pois os homens não podem dar uma recomensa que nos sustente, que nos faça crescer. Não. Estejamos interessados em receber somente o galardão dos céus, o galardão permante, que somente o Senhor pode nos dar! A recompensa perfeita e que não tarda!! ALELUIA!!
    Um grande abraço minha irmã!!
    Kaline

  3. Sarah,
    Realmente a ingratidão tem um sabor não muito agradável, mas mesmo assim, não devemos permitir que ela abale nossa estrutura e venha a ferir nosso caráter.
    Cito a passagem de Lucas, capítulo 17, do versículo 11 ao 19, onde há o relato dos dez homens cobertos de lepra que se achegaram até ao Senhor Jesus clamando pela sua misericórdia. Jesus teve compaixão dos mesmos e os curou, mas apenas um deles glorificou em alta voz a Deus e caiu aos pés do Mestre e deu-lhe graças. Este homem era samaritano, sendo que os demais eram judeus. No coração do samaritano havia gratidão, já no coração dos judeus ela se fazia ausente, talvez pelo fato de acharem que por serem da raça escolhida, Jesus não fez mais do que sua obrigação em curá-los. Isso por muitas vezes ocorre em nosso dia a dia, existem pessoas pelas quais nos doamos, nos entregamos, e elas nos são gratas, mas existem outras que pensam da mesma forma que os judeus: “Ele(a) não fez mais do que sua obrigação, afinal de contas ele(a) não profeça e fé cristã?”
    Ainda meditando na “Cura dos dez leprosos” (Lucas 17:11-19), a ingratidão dos nove judeus não lhes privou da misericórdia de Jesus, porém, mas não permitia que eles tivessem comunhão com o Senhor Jesus. Desde a mais tenra, fui ensinado por meus pais a ser uma pessoa grata, ensinamentos estes que vieram através da educação familiar, porém, ao caminhar com Cristo, estes atos de gratidão e de doação totalmente desprendida dos agradecimentos, expectativas ou elogios dos homens foram se acentuando, devido a busca por adquirir o caráter de Cristo Jesus.
    Se desejamos ter cada vez mais o caráter de Cristo, devemos entender que se faz tudo por Amor (com “A” maiúsculo mesmo), primeiramente o Amor a Deus (Mateus 22: 36-39) e consequentemente por Amor ao próximo e a nós mesmos e não por qualquer outra motivação. Existe maior exemplo de ingratidão do que a que sofreu Jesus Cristo??? Ele veio para salvar os seus, mas os seus não o receberam! Mesmo assim, Jesus não refugou e cumpriu o plano de salvação designado a Ele por Deus Pai, e ao invés de tapinhas nas costas e palavras de gratidão, recebeu morte e morte de cruz.
    Sarah, mais uma vez abordaste um interessante tema em seu blog.
    Deixo-lhe um grande abraço.
    Deus te abençoe!!!

  4. Eu me identifiquei demais com esse texto. Durante muito tempo eu sofri por ter expectativa com relação àqueles que me cercam. Sempre esperei muito das pessoas e, quase sempre, não recebia de volta o reconhecimento pelo que fazia, nem era valorizada. Desde criança, sempre fui uma pessoa muito doce, até mesmo sentimental, dou valor às pequenas coisas, pequenos gestos… Um “bom dia”, um abraço, um telefonema pra saber como a pessoa está, um “muito obrigado”, enfim, coisas que estão desaparecendo a cada dia, pois as pessoas estão vivendo em seus mundos, mergulhadas em seu cotidiano e cada vez mais contaminadas pela síndrome da pressa. Com isso, ocorre aquilo que a própria bíblia já dizia que iria acontecer… O amor das pessoas está se esfriando. E isso não ocorre apenas no nosso trabalho, ou em tantos outros lugares que convivemos, mas tb dentro da igreja. Só para exemplificar, vou citar um episódio que aconteceu comigo recentemente. Há uma semana eu fui assaltada, quando voltava do cursinho para casa. Como trabalho o dia todo, só posso estudar à noite. Depois que passei por esse trauma, resolvi mudar meu curso para o fim de semana, durante o dia, para não correr mais esse risco. Ocorre que, como a aula acabava perto do início do culto, eu chegaria um pouco atrasada na igreja. Daí, no domingo dessa mesma semana, eu teria que dirigir o culto da equipe de louvor. E eu liguei para uma das componentes da equipe, expliquei tudo o que havia acontecido comigo e pedi para ver se era possível alguém me substituir, pois eu chegaria um pouco atrasada. Essa pessoa conversou com a líder do louvor, e esta me retornou totalmente alterada e sequer tocou no assunto do assalto, sequer perguntou se eu estava bem. Eu fiquei muito decepcionada com isso, afinal de contas, que evangelho é esse que estamos vivendo, que não existe amor e compaixão pelo seu próximo, pelo seu irmão em Cristo?? Vale mais o trabalho do que o amor? Não estou dizendo que a obra não seja importante, claro que é. Mas esse episódio me fez lembrar de Marta e Maria. Enquanto Marta só se preocupava em trabalhar e criticava Maria, esta só queria adorar o Senhor, se prostrar diante Dele.
    No final das contas deu tudo certo, minha cunhada dirigiu o culto e foi uma benção. Não precisava a líder ter reagido como reagiu. Enfim, coisas desse tipo acontecem muito, infelizmente temos que lidar com pessoas frias, egoístas e ingratas, em TODOS os lugares, inclusive na igreja. Quando me converti, eu tinha a ilusão de que na igreja as pessoas eram diferentes, viviam quase que num mundo à parte, eram meio que “perfeitas”. Hoje sei que são seres humanos normais, como todos os outros, tentando serem melhores e se aperfeiçoarem para o Senhor. Tenho aprendido a não esperar nada de ninguém, apenas de Deus, e saber que Ele, somente Ele, é quem me ama de verdade, é meu amigo, meu Pai, meu Escudo, Refúgio e Fortaleza e JAMAIS irá me abandonar, nem me decepcionar. Mas o homem, mais cedo ou mais tarde, sempre nos decepciona, pois ele é falho!

    Obrigada pela oportunidade de aprender cada dia mais e mais do Senhor, Sarah! Você é uma grande benção na minha vida, um exemplo de mulher virtuosa! Beijo grande e fique com Deus!

  5. Sarah, serva de DEUS és uma benção nesse mundo onde muitos ainda não escolheram servir verdadeiramente e estão distantes, divulgo seu Blog aqui no estágio, e pessoas que estão distantes e outras que estão buscando a DEUS tem sido tocadas, tive a oportunidade de ver vc ministrando a palavra na Batista Obreiros de Cristo.
    DEUS te abençoe ricamente

    Hélton

  6. paz do Senhor Sarah.vi no you tube a sua pregação na obreiros de Cristo e fui muito edificada. Sou de Recife, mas não tive oportunidade de ir pois não tenho o hábito de ir em outras igrejas sendo dia de culto na minha. Sou da igreja Apostólica Batista Shekinah.Minha irmã, que Deus continue abençoando sua vida e seu ministério.Louvo a ELE pela transformação maravilhosa que fez na sua vida e de sua mãe Baby.Tb sou um milagre de Deus.Só ELE poderia fazer o que fez na minha vida.Amo muito esse Deus maravilhoso.forte abraço.

  7. Olá linda de DEUS.
    Tô apaixonada por suas músicas e palavras e sei que é pq vêm de DEUS. Vc não tem noção do quanto DEUS te usou pra impactar a vida de muitos aqui em Santarém.
    Sei que foi de DEUS. DEUS usou vc.
    Quero que saiba que tens uma irmã em mim, uma intercessora.
    Agradeço a Jesus por salvar, limpar, honrar e glorificar seu nome na sua vida.

    te amo em CRISTO!!!

    Que teu coração continue no lugar certo:
    no centro da vontade do PAI.

    VOCÊ É ABENÇOADORA!!!

  8. Sarah vc esteve aqui em Santarém.. No AcampJovem Revolution 2010 em alter-do-chão..
    Eu fui …. Preciso contar a vc O que Deus fez em minha vida!!!
    Pra onde eu mando esse E-mail???

  9. Sarah, muito obrigada por ser benção em minha vida. Ultimamente tenho me achegado muito a Deus. E por isso eu reconheço em mim, um pouco do que está aqui. Sou um pouco ingrata sim, mas o Senhor tem me curado. É dificil porque eu não fui criada com a cultura do agradecimento, estou aprendendo sozinha isso e demora. Meu coração é grato mas sempre me esqueço de falar para as pessoas.
    Por isso tenho feito o exercício diário de sempre estar na mente tudo que eu tiver que falar. Sempre pensando antes de falar, senão eu erro. Tem dado certo!

    Que o nosso Eterno Deus te abençoe a cada dia mais!

  10. Ola Sarah
    e a primeira vez que vejo esse site, estava pesquisando ou melhor procurando respostas, sobre a ingratidao, gostei muito do seu texto , me ajudou muito pois tenho sofrido demais , por causa da ingratidao
    Por mais que tente ajudar as pessoas, levo punhalada nas costas, e como uma facada no coraçao
    Sou muito invejada e vitima de pragas essas coisa
    naum tenho nada so uma familia linda e unida
    mas no mundo de hoje isso causa inveja
    Me ajude a lidar com isso , pois estou depressiva de tanto lutar e naum alcançar nada, devo confessar que as vezes fico incredula
    mas quero ajuda pra mudar isso
    Obrigada

  11. A paz seja contigo minha querida irmã,

    Fiquei muito feliz em ouvir o seu testemunho de conversão, realmente Deus se revela a quem Ele quer. Moramos em Portugal há nove anos, meu marido, minha filha mais nova e eu, e nos quatro últimos anos, Deus nos concedeu a tarefa de estar a frente de uma igreja. Mais temos sofrido muito por causa da ingratidão, aqui parece que quanto mais você faz, mais ingratos eles são com você, é claro que estamos falando na maioria, brasileiros, infelizmente. Eu louvo a Deus pela sua vida, porque suas ministrações tem sido uma benção em nossas vidas. Que Deus continue a te usar e abençoar.

  12. OLÁ SARAH
    ADOREI TER PASSADO POR AQUI E LIDO ESSE TEXTO SOBRE INGRATIDÃO, ERA EXATAMENTE O QUE EU PRECISAVA OUVIR. COM O CORAÇÃO DOÍDO DEMAIS! SEI QUE MUITO FIZ POR ALGUÉM, MUITAS VEZES DEI COLO E CONSOLEI EM MOMENTOS DIFICEIS E CONSCIENTEMENTE NÃO ESPEREI MUITA TROCA, NÃO. MAS A RESPOSTA QUE ME VEIO EM MOMENTO DE VITÓRIA DA PESSOA FOI JUSTAMENTE A INGRATIDÃO, DE FRENTE PARA ELA ME SENTI NULA E REJEITADA. SEI QUE DEUS TUDO VIU! OBRIGADA PELO TEXTO QUE JESUS LHE ILUMINE SEMPRE!

    • Tb fui vitima da ingratidão,fiz de td por uma pessoa que hj nem reconhece o quanto eu Batalhei pra fazer o melhor possível mas deus eh justo e sabe o que faz!

  13. Cara Sara, fico feliz em ve-la em tão grande fervor espiritual e com palavras tão sábias para uma pessoa tão jovem. Tambem fui a primeira da minha família a me tornar evangélica, estudei muito teologia e hoje não tenho religião, embora goste muito da idéia da igreja (como grupo de corações sintonizados em Deus) e de tudo que se refira à espiritualidade. Gostaria de fazer uma observação. Não creio que haja nos evangélhos oficiais (os quais, ainda que livros sagrados, foram compilados pelo imperador genocida Constantino no concílio de Nicéia para fortalecer uma determinada parcela do clero (machista e corrupta) e enfraquecer outra, os famigerados gnósticos) não creio que haja nenhuma menção a Jesus amar Judas. Claro, como redentor ele a todos ama, mas não havia nele afinidade ou nenhum tipo de alisamento com Judas, pelo contrário, Ele não estimula Judas a se unir ao grupo (as aves dos céus tem ninhos…) Ele repreende Judas por avareza, ele desmascara Judas na última ceia e ainda o manda ir fazer logo aquilo que quer fazer. Nada parecido com o relacionamento dele com João (esse sim amado) Matheus, Pedro, etc.
    Isso para mim significa que uma das formas de lidar com pessoas que não tem interesse em aprender como “não esfaquear pelas costas quem te tirou da m.” é ser duro com elas também, por amor. Não adianta alisar pessoas mesquinhas e miseráveis. Com isso elas aprendem a ser mais egoistas pois todos a perdoam sem que ela colha os frutos da sua ingratidão que para a alta é igual à morte. Se voce é santa (separada para Jesus) não haverá saída a não ser afastar-se de pessoas que, como Judas, se dizem amigos sem ser. Jesus pregava para ladroes e prostitutas (algo que os Cristãos teimam em esquecer) mas ele não vivia com ladroes e prostitutas, nem considerava seus irmãos aqueles que nao amavam a sua palavra e sim os que a amam. Tenho irmãos que são mesquinhos e infieis a palavra de Deus, só pensam em dinheiro e em se agarrar a bugigangas, só pensam neles mesmos, sexo, TV, computador, viagens e roupas, academia, cinema, shoping e trabalho. Eu os amo, mas nao me sinto bem ao lado deles e estou cansada de cair do cavalo quando peço alguma ajuda. São meus irmãos, mas somos incompativeis. Não que eu seja Jesus e eles Judas (estamos muito longe disso) mas sinto em dizer que irmão é só alguem que tem pais em comum, mas família, sangha, é uma coisa espiritual. Pensei que se buscasse a Deus, ele me faria feliz, Ele faz, a cada dia, mas tambem tira coisas de mim. Quanto mais me aproximo dele, mais pessoas que eu achei que ia viver sempre ao lado, se afastam de mim ou eu delas. Não culpo a Deus por isso, nem a mim, nem ao outro, mas quem quiser amar um ingrato pode começar a pensar em se afastar dele como uma forma de amor. Bem esse é apenas um desabafo. Obrigada pelo espaço

    • achei a sua postagem interessante ao ponto de ser determinada e sincera, bem como tem a personalidade forte identidade propria isto me fez ler seu texto e parabenizar!!!!!

  14. Que mensagem edificante!!!! tremendo~~~~

  15. Boa Noite Sarah, Estava eu com meu coração muito doído e resolvi saber melhor sobre a ingratidão. Daí eu encontrei o seu site, Que através das suas palavras DEUS falou muito comigo. Era tudo o que eu precisava ouvir.Estou afastada dos caminhos do SENHOR. As vezes eu vou a igreja. Mas peço todos os dias para que o SENHOR me transforme e me direcione para uma igreja onde eu possa congregar. Tenho sofrido muito e sei que com minhas forças fica difícil. Mas gostaria de lhe pedir que me ajudasse em oração, Pois me sinto muito frágil e sem forças para caminhar. As situações tem estado muito difícil pra mim, Mas tenho FÉ em JESUS CRISTO que eu vencerei. Muito obrigado por suas palavras. Que DEUS continue te usando para confortar os nossos corações. Um abraço. Angela.

  16. LIndas palavras de sabedoria,
    Consegui entender muitas coisas que estavam sem respostas em minha vida.
    Obrigada…
    Deus a abençõe grandemente…

  17. eu acabo de passar por uma ingratidão como é triste .
    mas estou me levantando com a ajuda de Deus e os louvores que canto pra ele é tremendo quando eu começo louvar me arrepio toda e fico feliz um abraço pra quem curte Deus.

  18. entrei neste blog p acaso ou não, mas me senti edificada c suas palavras de edificação,e triste é qdo recemos ingratidão de um ente-querido, e ainda tidos como culpados!
    Shalom irmã!

  19. Sem duvida a ingratidão é algo que faz doer por demais o nosso coração, estou nesse exato momento, passando por tudo isso, estar dificil demais suportar tamanha dor, estou preste a entrar em depressão… Tento fugir de tudo e todos, na tentativa de que esse sentimento fique pra traz, mas trabalho diariamente com a pessoa, e sinto na pele a sua rejeição e afastamento de mim; eu semple fui e ainda tento ser a uma pessoa onde tenho ajudado e contribuido para a sua vida, mesmo hoje não estando mais com ela, porem ainda sou apaixonado por ela, e a mesma passou ser uma pessoa inconveniente e ingrata na tentativa de fazer com que eu a esqueça! está dificil, está doendo… A ingratidão de uma pessoa é terrivel, de alguém que amamos então… O faço…?

  20. estou sendo edificado com as mensagem que encontrei nesta pagina,
    sou grato a Deus pela sua vida que postou estas mensagens muito obrigado que Deus continue te abençoando cada dia mais

  21. Deveria o ingrato pelo menos agradecer a Deus por ter nascido mas até isto ele amaldiçoa por dizer não pedi pra nascer.

  22. Oi sarah, convivo 24 horas com uma pessoa ingrata, como é difícil lidar com elas, ainda q tentemos exercitar tdo isso q vc ministrou aki, q devemos fzer sem esperar nada de volta, é mto difícil, afinal, somos humanos e quem ñ espera um gesto de gratidão de alguém q nós servimos com amor?
    difícil né?
    a pessoa tem toda as caracterícas q vc citou acima a cerca da ingratidão.
    mas, Deus vai me dá força para suportar e vencer.
    abraços!

  23. tua fã moça linda … te adoro mil bjinhus talita tognotti

  24. Que o Nosso Deus te abençoe e te guarde, no Nome do Sr Jesus Cristo.

  25. Oi Sarah, adorei a sua conversão, a sua historia mi tocou muito, pos é parecida com a minha. Sobre tudo a vida cristã é muito lindo, porêm o maior amor esta mais em dar do que em receber e nós viemos pra isso, para transmitir com amor a palavra de Deus: nós viémos pra servir e não pra sermos servido. Adorei o seu testemunho, não perques Deus de vista, centra-se nELE e na Sua palavra com obediênça(Ez:33,8) que tudo lhe sera dado por acressimo. Bom começo de fim de semana. Olha sarah, aceite o meu pedido no facebook, quero tanto te conhecer.

    Beijos.

    Marcos futa

  26. Ótimo comentário , católico e vejo na minha vida estas pessoas . Deus te abençoe muito!!!!

    • O remedio para as pessoas ingratas é amalas, são mau amadoras , quem sabe nosso testemunho de amalas as converte!?

      • Um barganhe abraço !!!

  27. essa mensagem de sarah era tudo que eu presisava para fortalecer depois de uma ingradidao so posso dizer obrigado que DEUS continue a usar voce abçs diaconisa francisquinha

  28. Que texto enriquecedor!!! Parabéns

  29. Linda definição de ingratidão, ao ler a mensagem ela entra pelo nos olhos e corre pelas nossas veias e bater forte em nosso coração. Parabéns

  30. Sarah,
    Eu achava que era a única a dizer: “O único que não sofreu quando conviveu com um ingrato foi Jesus.” Quando comento com as pessoas sobre a ingratidão da minha filha, todos ficam contra mim, dizendo que devemos dar ser esperar nada em troca, que devemos aceitar e perdoar a agressão, o roubo, a mentira e o abandono dos filhos. Eu não me considero tão altruista a esse ponto e penso que só Jesus foi capaz disso. Tenho feito um exercício de consciencia e pedido perdão aos meus familiares por atitudes cometidas na adolescencia que, hoje, não considero gratas o suficiente. Piorou! Me consideram dramática e exagerada, que não preciso pedir perdão algum. Nessa solidão emocional e intelectual que me encontro, só aqui encontrei opiniões parecidas com as minhas.

  31. Outro ponto que eu queria levantar: Se fomos capazes de fazer o bem a alguém, das duas uma: ou somos tolos capazes de criar cobras debaixo do travesseiro, ou essa pessoa chegou a nos fazer algum bem, que mereceu afeto e contribuição da nossa parte. Então, quando estivermos sofrendo com a ingratidão dessa pessoa, será que não devemos olhar mais atentamente ao bem que ela inicialmente nos fez?

    • Acho que na vida em todos os nossos atos, gestos e desejos em relação a nossa convivencia c as outras pessoas, influenciam muito em nossas vidas é como se fossem sementinhas que plantamos. as vezes temos que ajudar pessoas que entram em nossas vidas de alguma forma e, especialmente, dessas pessoas nós nunca esperamos nada de negativo, por mais que não tenhamos nenhuma intenção de receber um bem em troca, o mal vindo de quem ajudamos e torcemos, é muito cruel, no mínimo é injusto. simplesmente porque a lei da vida é plantar e colher, o justo é colher o que plantamos, por inteiro, nada pela metade!!!pois ninguem planta meia semente.então, que os nossos atos, desejos e gestos sejam sempre os melhores, acho que o ingrato tbem receberá ingratidão…

  32. Nossa! Como eu precisava ouvir isso hoje!

  33. Com certeza, só Jesus para nos fortalecer nessa hora, pessoas podem nos levar ao buraco da vida, mas Deus só nos levanta e nos mostra o quanto Ele é Fiel a nós!

  34. gostei muito da mensagem,!!!!!!!!!!!!!

  35. fui engrata com uma pessoa que sempre esteve ao meu lado,e quando me toquei vi que ja era tarde,a pessoa diz que me desculpou mas pelas atitudes que ela tem comigo acredito que foi so da boca para fora,as pessoas são ingratas comigo mas depois do meu erro vi que as vezes somos ingratos sem perceber ,tento ajudar as pessoas sem esperar muito delas ,eu espero mesmo e em DEUS pois eu sei que ele e unico que me ama de verdade !!!!!!!!beijos!

  36. Estou vivendo a dor que o veneno da ingratidão inoculou em alma boa, é um que destrói o futuro. É um veneno muito perigoso ! Encontrei lucidez e conforto em suas palavras, então me mostro grato atrvés deste comentário.
    Muito Obrigado por tê-lo escrito !

  37. que maravilha esse site.estava com raiva das pessoas ingrata.mas agora sei que nao e de Deus.que Deus me de forca pra amar meu proximo.muita saude e paz do senhor pra todos.

  38. Nem sempre a verdade é o que queremos ouvir,mais é melhor ouvir a verdade do que viver na mentira e no engano,mais a verdade que uma das piores coisas para se conviver com alguém é quando não se tem reconhecimento pelo que se faz,e não se tem retorno pelo amor atribuído para alguém que não te dar valor!Parabéns pelas palavras contidas de muita verdade!

  39. Ola missionaria tenho um caso complexo que gostaria de compartilhar com vc e ter um aconselhamento via email se possivel entre em contato comigo me identifico com parte de seu testemunho e suas musicas que louvam
    a Deus com um amor e gratidao expressivos

  40. Suas palavras realmente são abençoadas por Deus, me ajudou muito, fui convidado pra Ministrar um culto e precisei de uma leitura bacana e Deus, me mostrou esse site, e através de suas palavras, me aprofundei mais no termo INGRATIDÃO. Obrigado, obrigado mesmo.

  41. O Ingrato é mesmo difícil de se lidar.
    Geralmente os ingratos estão sempre precisando de algo, nunca pedem o que precisam diretamente para que não precisem agradecer, mas se fazem de coitados para que os outros lhes façam ou lhes dêem algo por espontaneidade e isso (na mente hipócrita deles) lhes eximam de mostrar gratidão. São parasitas incapazes disfarçados de alguém que recebe algo de outras pessoas por serem especiais e merecedores de toda a benevolência.
    Nem o sofrimento e o isolamento que esse comportamento desprezível lhes proporciona é capaz de mudar suas mentes doentes. O ingrato é, seguramente, um psicopata. Distância e desprezo são ótimas dicas para evitar aborrecimentos.

  42. sentir ingratidão depois de darmos tudo de nós é tão mau.quando damos o melhor de nós para o bem da pessoa e esta de um momento para o outro passa de uma adoração para um desprezo e esquece tudo.a isto se chama cuspir no prato onde comeu.Mas a única duvida que tenho é esta será que as pessoas que desprezam la no fundo não nos dão valor?será que nunca poderemos sentir reconhecimento. será que temos que viver com este sentimento de angustia e não conformação?

  43. fico pesando como lidar com pessoas ingratas


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 3.829 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: